5 alimentos com reputação negativa, mas que são muito saudáveis

Em nutrição, os mitos e as falsas ideias são algo de todos os dias. Costumam repetir conceitos que, na realidade, a ciência demonstrou há muito tempo ser totalmente falsos, vejamos três alimentos com reputação negativa, mas que são muito saudáveis. É claro que derrubar um mito é algo que requer não apenas de uma boa argumentação bem fundamentada, mas de tempo. É lógico que se você sempre se tem repetido que tal ou qual alimento é muito negativo para a saúde, reverter essa idéia leva um pouco de tempo. Pois apenas se trata de ir derrubando esses mitos, um a um. Vejamos apenas alguns dos mais marcantes.


Clique aqui para aprender um pouco de nosso programa de implantação de hábitos para aumentar o seu nível de saúde.


Cinco alimentos com reputação negativa, mas que são muito saudáveis


Os ovos


images


Se o feixe estado, evitando os ovos porque ouviu que têm muito colesterol (que, na realidade, apenas a gema do ovo é a que contém o colestorol) você estava evitando um pequeno-almoço mais nutritivos e que mais tira a fome. Se consumir apenas um ovo inteiro e o resto claras de ovo seu colesterol sanguíneo é mantido normal. O ovo é uma das melhores fontes de proteína além de conter vitamina D, fósforo, riboflavina, colina e selênio.


Clique aqui para ajudá-lo a cumprir seus objetivos hoje.


O abacate


cirese


O abacate é uma fruta tecnicamente, mas todas as suas calorias vêm da gordura, por isso, é visto como mau. O abacate contribui com mais de 20 vitaminas, micronutrientes, minerais, incluindo a vitamina a, C, D, E e K; fibra, potássio e vitamina B. Também são feeds de gorduras monoinsaturadas e antioxidantes, luteína e zeaxantina.


A massa:


Três alimentos com reputação negativa, mas que são muito saudáveis


A pasta, que é tão popular em todo o mundo, tem uma má reputação totalmente imerecida. O ponto que mais se critica é o aumento brusco dos níveis de glicose no sangue, algo que é conhecido como índice glicêmico. Na verdade, massas como espaguete ou macarrão, quando são feitos com farinha de trigo duro, têm um índice glicêmico de 38 e 47, respectivamente, algo muito inferior ao de, por exemplo, uma cenoura que é de 57. Por outro lado, proporciona uma sensação de saciedade muito prolongada, ponto extremamente importante. Sim, há que ser medido em lotes. A quantidade ideal de massas em uma única refeição, uma única vez a cada duas semanas, é a de que, uma vez cozida, você pode entrar em uma mão em concha. Muito, não é, mas se ele a acompanha com cerca de legumes ou até mesmo com peixe ou frango, não parecerá tão pequena. Não se deve comer na dieta cetogénica.


O Café


cafe


O café tem uma má fama de longa data. Se pensamos em uma pessoa que tem maus hábitos saudáveis, a imaginamos com um café em uma mão, um cigarro na outra, depois de comer um hipercalórico e muito gorda comida rápida. Com a má fama do cigarro e da oleosa comida rápida, estamos de acordo, mas não com o café. Sempre se destaca a cafeína como estimulante, mas se a dose é adequada, simplesmente nos ajudará a estar algo mais alertas e mais nada. Mas não se menciona nunca que o café é uma importante fonte de flavonóides, os quais com conhecidos protetores celulares. Os efeitos do envelhecimento na célula são equilibrados por os flavonóides. Há estudos muito sérios que afirmam que o café é muito bom na prevenção da Diabetes tipo II, doença de Parkinson e o mal de Alzheimer. Isso sim, não há que consumir mais do que duas ou três xícaras por dia, e de muito boa qualidade.


Arroz branco


image001


O arroz branco vem rodeado de uma questionável, especialmente quando comparado com o arroz integral. Pois, é interessante saber que não só o primeiro não é tão ruim (de fato não é ruim), mas o segundo não é tão bom. O processo que leva o arroz até se tornar o arroz branco, ele tira algumas substâncias. Mas, em geral, essas substâncias são adicionados. Portanto, em que a enorme maioria dos arrozes que se vendem no mercado, são fortificados com essas substâncias. Por outro lado, o arroz integral contém ácido fítico, que impede a absorção de minerais tão importantes como o Zinco e o Ferro.

40 Alimentos Ricos Em Proteínas Que Sabem Delicioso

Muitos discutem se os hidratos de carbono ou gorduras são más.


A maioria das pessoas, se está de acordo que a proteína é muito importante na sua dieta.


Comer muita proteína tem muitos benefícios.
alimentos-ricos-em-proteínas-1


Você pode ajudar a perder gordura da barriga, aumentar a massa muscular e força.(1) (2).


Tu ocupas proteína para criar e reparar seu músculo. A proteína ajuda a reduzir o apetite.


A ingestia diária recomendada de proteína nas mulheres é de 46 gramas e no homem é de 56 gramas. (3)


No entanto, alguns treinadores esportivos e especialistas em saúde dizem que você ocupa muito mais proteína do que isso (depende do seu nível de atividade, se você fizer muito exercício você ocupa mais proteína do que uma pessoa sedentária).


Se eu recomendo para as pessoas que desejam aumentar sua massa muscular 2 a 2.5 gr de proteína por quilograma de peso.


Aqui esta uma lista dos alimentos mais ricos em proteínas.


Lácteos ricos em proteína


1.- Queijo Cottagge


Proteína em 1/2 copo: 14 gr


Este tipo de queijo é cheio de proteína caseína – um tipo de proteína de digestão lenta que ajuda seus músculos a crescer com um abastecimento constante de aminoácidos essenciais. É ideal como aperitivo, especialmente antes de dormir.


O que você deve saber: O queijo cotagge é um alimento de alto sódio, procurando marcas que tenham baixo sódio.


alimentos-altos-no-proteina1


2.- Iogurte grego


Proteína em 8 oz: 23 gramas


O delicioso iogurte grego contém o dobro de proteínas do que as versões regulares. Também aproveitas o fornecimento de probióticos para o seu trato digestivo e de cálcio para a saúde dos seus ossos.


O que você deve saber: O iogurte grego sem saber, pode ter até 3 vez menos açúcar que o iogurte com sabor.


Protein Power: 23 g per 8 oz. serving


Made by straining away the liquid, deliciously thick Greek-style yogurts contain about twice as much protein ás regular versions. You’ll also reap the rewards of gut-friendly probiotic bactéria and bone-building calcium.


Need to Know: Plain Greek yogurt can contain up to three times less sugar than flavored types.


3.- Ovos


Proteína em 1 ovo grande: 6 gr


As claras de ovo são perfeitos para aumentar a sua massa muscular. É por isso que o valor biológico – uma medida de quanto uma proteína de um alimento pode ser incorporada à proteína do corpo – o ovo é um alimento com um valor biológico mais alto do que todos os outros. O valor biológico é determinado pela quantidade de aminoácidos essenciais que um alimento tem, e os ovos tem muitos.


O que você deve saber: procura marcas de ovos com ômega 3.


alimentos-altos-no-proteina2


4.- Queijo suíço


Proteína em 1 oz: 8 gr


Onça por onça, o queijo suíço fornece mais proteína do que qualquer outro elemento do supermercado, tornando-o um alimento ideal para aumentar sua massa muscular, você pode usar em seu sanduíches e hambúrgueres.


5: Queijo Mussarela livre de gordura



  • Proteína em 100 gramas: 32 gramas

  • 1 oz: 8 gramas

O queijo mozaarella você pode usar para fazer emperadados ou outras receitas.


6.- Leite 2%


Proteína em 1 copo: 8 gr


O leite continua sendo uma grande fonte de proteína e com um valor biológico próximo ao ovo. Você pode desfrutar do delicioso sabor do leite de 2%, sem abusar de leite integral. O extra de gordura que ajuda a absorver os nutrientes solúveis em gordura, como a vitamina D.


O que você precisa saber: As vacas que foram criadas com métodos orgânicos de gado têm mais ômega 3.


alimentos-altos-no-proteina3


7.- Leite de soja


Proteína em 1 copo: 8 gr


A maioria dos leites sem lácteos são baixas em proteínas, o leite de soja é a exceção. Se você sofre de intolerância à lactose, considera-se tomar leite de soja para seus shakes de proteína.


O que você deve saber: Procura o leite de soja sem açúcar. Procure os produtos orgânicos.


Carnes altas em proteína


8.- Bife de carne


Proteína em 3 oz: 23 gramas


Esses pedaços mais finos de carne têm 1 gr de proteína por cada 7 calorias, o ribeye fantástico ” apenas 1 grama de poteína por cada 11 calorias. À parte o bife é muito económico e muito delicioso.


O que você deve saber: Cuidado para não cozinhar de mais cortes finos de carne, já que se podem fazer muito duros e secos.


alimentos-altos-no-proteina4


9.- Carne moída


Proteína em 3 oz: 18 gr


Usar carne moída de alta qualidade dá um excelente sabor e gordura suficiente para seus hambúrgueres. Este tipo de carne é rica em creatina.


O que você precisa saber: Se você tiver um dinheiro extra busca de carne moída de gado alimentado com pasto, este tem maior número de nutrientes do que o outro tipo de carne.


10.- Peito de frango (sem osso)


Proteína em 3 oz: 24 gr


Este alimento tem mais proteína que qualquer outra ave de capoeira, por isso deve estar sempre em sua despensa se quiser aumentar a massa muscular.


O que você deve saber: Procure as especiais para que você compre mais barato, torne-se amigo do empregado de superpercado encarregado do frango para obter as especiais.


alimentos-altos-no-proteina5


11.- Lombo de porco


Proteína em 3 oz: 26 gramas


A quantidade de proteína que tem o lombo de porco é suficiente para que desfrute sem remorso o porco.


O que você deve saber: O de ajudar a quebrar o tecido muscular, embeber seus costeletas salmoura torna a carne mais macia na hora de comê-lo. A salmoura pode fazer com 1/4 de xícara de sal e 4 xícaras de água, usa-se o líquido suficiente para que o lombo de porco se sentar. Você deve deixar as costeletas de 30 a 2 horas na salmoura.


alimentos-altos-no-proteina6


12.- Peito de peru


Proteína em 3 oz: 24 gr


Assim como com o frango, esta ave tem uma grande quantidade de proteínas que ajudam a aumentar a massa muscular.


O que você deve saber: Procura o peru livre de antibióticos.


Peixes e frutos do mar ricos em proteína


13.- O peixe hipogloso ou alabote


Proteína em 3 oz: 23 gramas


Dentro das espécies de carne branca o alabote tem proteína de alta qualidade para aumentar a sua massa muscular rapidamente. A Cada 3 oz) de alabote só contêm 2 g de gordura, é um dos melhores tipos de peixes para manter a forma:


O que você ocupa saber: É melhor o alabote do Pacífico do que do Atlântico.


alimentos-altos-no-proteina-8


14.- Atum de barbatana amerilla, atum ou rabil


Proteína em 3 oz: 25 gr


Este tipo de atum é digerido facilmente e tem um tipo de proteína de alta qualidade. Também aproveitas a grande quantidade de vitamina B que tem e do selênio de sua carne.


O que você deve saber: Busca atum de barbatana amarela de grande qualidade.


alimentos-altos-no-proteina-7


15.- Salmão vermelho


Proteína em 3 oz: 23 gramas


Não só o salmão vermelho sabe muito melhor do que o salmão de colheita, tem 25% de proteína. Em separado com o salmão ou o normal aproveitar a grande quantidade de ácidos graxos ômega 3.


O que você deve saber: Busca salmão com a pele ainda intacta, dá muito mais sabor quando cozinhas.


alimentos-altos-no-proteina-9


16.- Polvo


Proteína em 3 oz: 25 gr


Em muitos supermercados oferece o polvo. Se quiser aumentar músculo ou faz uma dieta alta em proteínas, o polvo é uma excelente fonte de proteínas.


O que você deve saber: O polvo congelado é melhor do que o legal, porque as baixas temperaturas fazem com que a carne do polvo seja muito mais suave.


17.- Tilápia


Proteína em 3 oz: 21 gr


A tilápia esta disponível na maioria dos supermercados ou em lojas de peixes, é um peixe delicioso com grande quantidade de proteína de alta qualidade para manter seus músculos fortes e bem alimentados.


O que você deve saber: Busca tilápia americano, é muito melhor opção neste tipo de tilápia do que o asiático.


Alimentos enlatados ricos em proteína


18.- Atum em conserva


Proteína em 3 oz: 22 gr


É uma das melhores opções para economizar em alimentos ricos em proteína, pode dar quase igual proteína do que muitos outros alimentos ricos em proteína caros.


O que você deve saber: Compra melhor a versão empecado com água do atum no lugar da versão armazenada com óleo, que é mais alta em calorias.


alimentos-altos-no-proteina-11


19.- Carne curada


Proteína em 3 oz: 24 gr


Esta proteína da carne salgada curada ajuda a aumentar o volume de seus músculos.


O que você ocupa saber: Pode-se acrescentar o arroz, vegetais e molhos para carne curada para que tenha o melhor sabor.


20.- Sardinhas


Proteína em 3 oz: 21 gr


Não só as sardinhas em lata são altas em proteína, tamibén são ricas em vitamina D e ômega 3. A vitamina D ajuda a saúde óssea.


O que você deve saber: Busca sardinhas em lata de grande qualidade para ter a melhor proteína para a disposição de seu organismo.


alimentos-altos-no-proteina-10


21.- Anchovas


Proteína por 3 oz: 24 gr


Este é a melhor fonte de proteína conservas grama por grama. Por seu tamanho, não têm tantas toxinas como outras espécies.


O que você deve saber: Deixe de molho as anchovas por 30 minutos antes de comer para retirar o sal, em seguida, dejalas secar.


22.- Frango em conserva


Proteína por 3 oz: 21 gr


Você pode rapidamente adicionar proteína para seus sanduíches, wraps e saladas com frango em conserva.


O que você deve saber: Procura as melhores marcas baixa em sódio.


23.- Lentilhas secas


Proteína por 1/4 de copo: 13 gr


Um saco de lentilhas baratas ajuda-o a cumprir a sua dose diária de proteína, além é alta em fibra e nutrientes.


O que você deve saber: Para comê-los, basta adicionar as lentilhas para uma tigela com água por 20 minutos. Você pode adicionar as lentilhas, legumes moída, frango ou peru.


24.- Feijão branco


Proteína por 1 copo: 20 gr


Os feijões são uma fonte incrível de proteína, dentro de feijão enlatado os melhores são os feijões brancos. Cada xícara de feijão branco tem incrivelmente 13 gr de fibra dietética, a fibra ajuda a combater a prisão de ventre.


O que você sabe: em Busca de uma boa marca de feijão.


Proteína de carnes frias


25.- Carne assada ao forno


Proteína em 3 oz: 18 gr


A carne ao forno contém muito mais proteína do que outro tipo de refeições. Muitas pessoas se surpreendem que a carne assada ao forno tenha pouca gordura.


O que você deve saber: Busca marcas baixas em nitritos e nitratos, isso por estar expostos ao calor, poderão se tornar produtos cancerígenos.


alimentos-altos-no-proteina-12


26.- Pepperoni


Proteína em 3 oz: 18 gr


O peporoni é um alimento delicioso, com grande quantidade de pepperoni, espero que a pizza só fora de pepperoni, sem os carboidratos do pão.


O que você ocupa saber: Busca marcas baixas em sódio de pepperoni.


27.- Peito de peru cozida


Proteína em 3 oz: 18 gr


Quase não tem gordura, o prato cozido, a maioria só é proteína para a sua massa muscular. Você pode colocar em seu sanduíche.


O que você ocupa saber: Evita as marcas com muito sal, açúcar ou outro tipo de sabor prejudiciais ao seu organismo.


28.- Bacon canadense


Proteína em 3 oz: 15 gr


O bacon canadense tem seis vezes menos gordura que o bacon tradiconal, o que dá um melhor rádio de proteína-gordura.


O que você ocupa saber: Procura uma marca de bacon canadense de qualidade.


alimentos-altos-no-proteina-15


29.- Chouriço


Proteína em 3 oz: 21 gr


O chouriço português pode ser um excelente ingrediente para suas receitas, você pode adicionar os ovos, massas e saladas.


O que você deve saber: Não tu ocupas cozinhar o chouriço que esta cura, já como o chouriço português. O chouriço mexicano se ocupa cozido antes de comer.


Sobremesas ricos em proteína


30.- Carne desidratada


Proteína em 1 oz: 13 gr


A carne desidratada tem muito proteína para formar massa muscalar. Além é deliciosa.


O que você deve saber: em Busca de uma opção baixa em nitratos.


alimentos-altos-no-proteina-25


30.- Amêndoas e outras nozes


Proteína por 2 oz: 6 gr


Você pode comer nozes, amêndoas, amendoim, que são alimentos ricos em proteínas e gorduras insaturadas.


O que você precisa saber: Se está fazendo uma dieta baixa em sódio busca das marcas “sem sal”


31.- Manteiga de amendoim


Proteína em 2 colheres de sopa: 8 gr


A manteiga de amendoim não é um alimento de moda, mas se é alto em proteína.


O que você deve saber: em Busca da manteiga de amendoim baixa em açúcar, não baixa em gordura.


Produtos ricos em proteína


32.- Shakes de proteína


Proteína em 1 copo: 16 gr


Os shakes de proteínas feitos em casa é uma maneira muito rápida de cumprir com as suas necessidades diárias de proteína


O que você deve saber: Procure um shake de proteína que contém muita proteína e pocoa fruta rica em açúcar, que te cause problemas.


alimentos-altos-no-proteina-26


33.- Tofu


Proteína em 3 oz: 12 gr


O tofu é uma excelente alternativa de alta proteína.


O que debs saber: você Pode comer tofu em um dia da semana em vez de carne.


Alimentos congelados ricos em proteínas


34.- Ervilhas verdes


Proteína em 1 copo: 7 gr


As ervilhas verdes congelados contêm mais proteína do que a maioria dos vegetais. São uma excelente fonte de fibra para ajudar a evitar os atascones de comida.


O que você deve saber: Busca que não tenha um bloco de ervilhas verdes congelados colados, quando colados perdem a sua qualidade.


alimentos-altos-no-proteina-23


35.- Iogurte grego congelado


Proteína em 1/2 copo: 6 gr


O iogurte grego congelado sabe delicioso, além de ser uma excelente fonte de proteína.


O que você deve saber: Procura as marcas com o menor teor de açúcar.


36: Feijão de soja maduros


Proteíana em 100 gr: 17gr


Proteína em 1 copo: 29 gr:


Os feijões de soja maduros sabem delicoso e são uma excelente fonte de proteína.


O que você deve saber: Procura uma marca de qualidade.


Grãos ricos em proteína


37.- Germén de trigo


Proteína em 1 oz: 6 gr


O gérmen de trigo tem 3 componentes: endosperma, farelo e o germe. O germe é o mais nutritivo e contém muita proteína. Adicione aos seus shakes ou seu aveia.


O que você deve saber: para preservar fresco guarda o germe de trigo na geladeira.


38.- Quinoa


Proteína em 1 copo: 8 gr


Este alimento sudaméricano contém o arsenal de aminoácidos essenciais, o que significa que é uma boa fonte de alimento para aumentar a massa muscular.


O que você deve saber: A quinoa é um super alimento, com grandes benefícios para a saúde.


alimentos-altos-no-proteina-19


39.- Pão ezequiel


Proteína em 1 fatia: 4 g de proteína e apenas 80 calorias.


O pão ezequiel é diferente dos outros tipos de pão.


O pão ezequiel é feito de grãos de trigo e legumes. É um pão alto em proteína, fibra e nutrientes (ao contrário dos outros tipos de pão).


alimentos-altos-no-proteina-21


40.- Sementes de abóboras


Proteína em 1 oz: 5 gr de proteína em 125 calorias.


As sementes de calabeza são altas em proteína, nutrientes, ferro, zinco e magnésio.


O que você deve saber: outras sementes altas em proteína são as sementes de girassol, sementes de chia , sementes de linho.

40 Alimentos Baixos Em Hidratos De Carbono Que Sabem Deliciosos

Fazer uma dieta baixa em hidratos de carbono tem incríveis benefícios para a sua saúde.


Remover os hidratos de carbono ajuda a reduzir a fome. (1)


Vários estuidos descobriram que as dietas baixas em hidratos de carbono ajudam a perder mais peso do que as dietas baixas em gordura, às vezes até 3 vezes mais rápido do que as dietas baixas em gordura. (2)


Fazer uma dieta baixa em hidratos de carbono ajuda a diminuir a glicose do sangue, pressão arterial, colesterol LDL, baixar os triglicerídeos. (3)(4)


alimentos-baixos-em-carboidratos-1


Fazer uma dieta baixa em hidratos de carbono ajuda a perder peso rapidamente, sem sofrer a fome, e se ao mesmo tempo, há um controle do aporte calórico do resto de alimentos, será capaz de alcançar seu objetivo de manter um peso saudável.


Aqui esta uma lista de 40 alimentos baixos em hidratos de carbono bons para sua saúde:


1.- Ovo (quase zero):


alimentos-baixos-em-carboidratos-2


Carboidratos: quase zero.


O ovo é um alimento muito popular e comum na dieta humana.


É uma boa fonte de proteína completa, que contém os oito aminoácidos essenciais.


Um ovo fresco traz muito poucos hidratos de carbono, na gema encontram-se pequenas quantidades de vitaminas do grupo B e minerais como: fósforo, potássio, zinco.


Dentro de uma alimentação equilibrada consome até quatro peças por semana.


Se quiser conhecer 10 benefícios do ovo clique aqui.


Os ovos têm 0% do requerimento diário de carboidratos.


2.- Carne de frango (zero):


Carboidratos: zero.


A carne de frango magra destaca-se por ser um dos alimentos que não possuem carboidratos, é um tipo de carne muito fácil de digerir, mais do que a do peru.


Quanto aos nutrientes proporciona proteínas, lipídios, vitaminas e minerais.


A versatilidade de frango, há que se possam preparar muitos pratos. Se consome sem pele e desgrasa o caldo, pode ser consumido em dietas baixas em gorduras e carboidratos.


3.- Iogurte natural:


Carboidratos: Em 125grs contém cerca de 6,9 g de hidratos de carbono.


O iogurte é um alimento derivado do leite, passa por um processo de fermentação, o que lhe dá o seu sabor característico. É um alimento muito digerível, nutritivo, e geralmente tolerável para o organismo.


O valor nutritivo deste alimento é semelhante ao do leite, mas se destaca porque a lactose está em mínimas concentrações já que é transformado em ácido láctico, o que faz com que seja um dos alimentos baixos em hidratos de carbono que você pode incluir em sua dieta diária.


4.- Brócolis:


alimentos-baixos-em-carboidratos-3


Carboidratos: Em 100 gramas contém 7 gramas de hidratos de carbono.


Outro dos alimentos baixos em carboidratos que não podem faltar, já que o brócolos ou brócolis traz principalmente água, seu valor calórico é muito baixo.


É uma boa fonte de vitamina C, ácido fólico e niacina, entre outras. Seu consumo é recomendado por especialistas de saúde, porque é muito rica em substâncias antioxidantes.


5.- Queijo fresco:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 1.3 gramas de hidratos de carbono.


Os queijos frescos, destacam-se por conter proteínas de alto valor biológico e cálcio, que são de fácil assimilação, além disso, são ricos em vitaminas e minerais. Seu teor de gordura pode variar dependendo da variedade ou tipo de queijo que seja.


Dependendo da produção, seu valor calórico pode ser aumentada, para escolher os melhores, devem estar livres de ingredientes como açúcar, sal, aromatizantes.


6.- Peixe de mar (zero):


Carboidratos: zero.


Embora haja uma grande variedade de espécies marinhas, entre os mais consumidos são o atum. A maioria deles são consumidos frescos, embora também se encontram processados (embalados, enlatados, defumados).


O peixe do mar é um alimento que não fornece hidratos de carbono, são uma boa fonte de proteínas completas, vitaminas, minerais, ômegas 3.


7.- Salmão (zero):


Carboidratos: zero.


O salmão é um peixe, ou gordo, rico em omega 3, vitaminas do grupo B, A e D. é uma boa fonte de magnésio e iodo.


O salmão não fornece carboidratos.


Recomenda-Se limitar o seu consumo, já que é um alimento rico em purinas (no organismo, se transformam em ácido úrico).


Consuma-o fresco e a ração recomendável é consumir cerca de 400grs por pessoa por semana.


8.- Azeite de oliva (zero):


Carboidratos: zero.


O azeite de oliva é um alimento rico em Vitamina E (antioxidante natural), e fitoesteróis.


Fornece ácidos graxos monoinsaturados. Do ponto de vista nutritivo, esse tipo de óleo é considerado um dos mais nutritivos.


Não fornece carboidratos, o que pode ser usado para a preparação de vários pratos.


9.- Carne de peru:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 3 gramas de hidratos de carbono.


Dentro de alimentos livres de carboidratos está aves de capoeira. A carne de peru é rica em minerais como o potássio, magnésio, ferro, e é uma boa fonte de Vitamina B3.


Além disso, é rico em tirosina, um aminoácido que ajuda a aumentar a concentração cerebral de neurotransmissores. Seu consumo é recomendado até três vezes por semana, sugiriéndose para substituir as carnes vermelhas.


10.- Cebola:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 9 gramas de hidratos de carbono.


As cebolas são alimentos de baixos hidratos de carbono, em 100g fornecem uma 7,1%.


Seu principal componente é a água. São uma boa fonte de potássio, e fornecer quantidades significativas de cálcio, ferro, magnésio e fósforo.


Por ser de baixas calorias, é um alimento que pode ser consumido diariamente, seja sozinho ou acompanhando alimentos.


11.- Leite desnatado:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 4.9 gramas de hidratos de carbono.


O consumo regular de leite é muito bom, isso, pelo alto teor de cálcio, um mineral indispensável para o bom funcionamento do organismo. Seu principal componente é a água, seguido principalmente por ácidos graxos, proteínas e hidratos de carbono (Lactose).


Além disso, contém moderadas quantidades de vitaminas e minerais. Para obter um baixo aporte de carboidratos consome leite desnatado, desnatado ou deslactosada.


12.- Tomate:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 3.9 gramas de hidratos de carbono.


Outro dos vegetais que são baixos em hidratos de carbono, é o tomate, e caracteriza-se por ser pouco energético. É refrescante, digestivo e peridodontal.


É uma boa fonte de fibras, minerais como potássio, fósforo, Vitamina C, Vitamina E, pró-vitamina A, do complexo B, traz caroteno, licopeno, é uma importante fonte de antioxidantes. Pode ser consumido de muitas maneiras.


13.- Carne de porco:


Carboidratos: Normalmente zero, mas a etiqueta.


A carne de porco, apesar de que tem sido identificada como um tipo de carne vermelha deve ser consumida logo, esta é livre de carboidratos, e é muito saudável, já que é uma boa fonte de proteínas completas e de ferro, facilmente assimilável.


Recomenda-Se consumir até duas vezes por semana, a carne de porco. Não mais.


14.- Espinafre:


alimentos-baixos-em-carboidratos-4


Carboidratos: Em 100 gramas contém 3.6 gramas de hidratos de carbono.


O espinafre é um alimento pobre em carboidratos, tem propriedades laxantes, diuréticas e antirreumáticas, é boa fonte de beta-caroteno, em 100g apenas contribui com 3,6 gramas e quase nada de açúcares e gorduras.


Os espinafres são compostas principalmente por água. Pode-Se consumir até quatro vezes por semana, recomenda-se o consumo para pessoas que sofrem de anemia e fraqueza muscular.


15.- Carne de res (zero):


Carboidratos: zero.


A carne de bovino, é um tipo de carne muito apreciada, e dada a sua composição é um alimento muito nutritivo, já que é boa fonte de vitaminas e minerais.


E não fornece carboidratos e para cuidar do aporte de gorduras saturadas, aconselha-se consumi-la magra. Sua versatilidade como a carne de frango e carne de porco pode ser consumido de muitas maneiras.


16.- Café (zero):


Carboidratos: zero.


O café é uma bebida produzida a partir de misturar em água quente, os grãos torrados do cafeeiro. E, embora em muitos lados se cultiva o seu sabor é muito rico.


Além disso, o livre de carboidratos e gorduras, o seu principal componente é a água e cafeína. Algumas variedades podem fornecer quantidades significativas de proteínas, manganês, vitamina B2, potássio, etc.


17.- Feijão:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 7 gramas de hidratos de carbono.


Embora este alimento pertence ao grupo das leguminosas, são um alimento muito baixo aporte de carboidratos, suas sementes contêm amido, e também contém proteínas, fibras, fornece potássio, cálcio, iodo, fósforo, ferro e magnésio.


São pobres em sódio. Em apenas 100grs há 4,2 gramas de hidratos de carbono.


18.- Noz:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 14 gramas de hidratos de carbono.


As castanhas são um fruto seco, muito rico e consumido, caracterizam-se por cuidar da saúde do coração e da pele.


São ricos em Omega 3, um tipo de ácido graxo que ajuda em múltiplas funções no organismo.


Mas são um alimento muito energético, o seu aporte de carboidratos contribui com cerca de 0,75 gramas em apenas três peças, são ricas em gorduras e proteínas.


19.- Queijo Cottage:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 3.4 gramas de hidratos de carbono.


Também é conhecido como queijo cottage. É uma variedade de queijo fresco sua consistência é cremosa, ele foi listado como um do os alimentos saudáveis.


Seu aporte de carboidratos é muito baixo e é muito rico em proteínas, o que pode ser consumido em dietas para emagrecer.


20.- Cogumelo:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 3.3 gramas de hidratos de carbono.


Os cogumelos ou cogumelos, que proporcionam uma grande quantidade de água, e pequenas quantidades de água e hidratos de carbono, é um alimento muito recomendado em dietas para perda de peso.


Além disso, são uma boa fonte de potássio e outros minerais como: fósforo e selênio, também fornece vitaminas do grupo B.


21.- Abacate:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 9 gramas de hidratos de carbono.


O abacate é caracterizada por ser rico em gorduras e água. Apesar de seu valor calórico alto, fornece “gorduras boas” que lhe fazem bem ao nosso organismo. É rico também em Vitamina B6 potássio e magnésio.


Traz algumas proteínas e muito poucos hidratos de carbono. Em 100 gramas fornece cerca de 9grs de hidratos de carbono.


22.- Repolho:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 5 gramas de hidratos de carbono.


Embora haja uma grande variedade de espécies, todas comestíveis.


A couve é rica em vitaminas A e C, minerais como ferro, potássio, cálcio, fósforo.


Não fornece carboidratos, por isso é aconselhável o seu consumo em dietas de emagrecimento.


Não é recomendável em excesso, pois pode causar flatulência.


23.- Pepino:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 3.6 gramas de hidratos de carbono.


É outro dos alimentos baixos em hidratos de carbono, que se destaca por conter vitaminas e minerais.


Em 100grs só contribui 3.6 g de carboidratos, o seu principal componente é a água, o que o faz ser muito refrescante e adequado para preparar saladas, pode ser consumida com casca é rica em clorofila).


24.- Salsa:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 6 gramas de hidratos de carbono. (1)


A salsa é uma das ervas culinárias favoritas, traz vários benefícios para a saúde, já que contribui com minerais e vitaminas.


Além disso, é muito baixa em hidratos de carbono, 100grs de salsa só fornece cerca de 6grs de hidratos de carbono. Você pode preparar vários pratos com esta erva, pois o seu sabor é muito rico e peculiar.


25.- Manjericão:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 2.7 gramas de hidratos de carbono.


O manjericão tem sido considerada uma planta medicinal, já que tem muitas propriedades e benefícios para a saúde em geral.


O manjericão é muito rica em óleos essenciais, baixa em gorduras e hidratos de carbono, 100grs traz 2,65 g de carboidrato que pode ser acompanhado e ser usado na preparação de vários pratos.


26.- Aipo:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 3 gramas de hidratos de carbono.


O aipo é um alimento muito baixos em hidratos de carbono, (100grs só fornece cerca de 3grs de hidratos de carbono) e que, além disso, recomenda-se em planos para perder peso.


Seu sabor é único, fornece vitaminas A, B e C, bem como minerais abundantes.


Tem propriedades depurativas e diuréticas.


27.- Morango:


alimentos-baixos-em-carboidratos-6


Carboidratos: Em 100 gramas contém 7.68 gramas de hidratos de carbono.


O morango é muito rica em Vitaminas A e C, magnésio, potássio, cálcio e ferro. Sua ingestão de calorias é muito baixo.


Traz poucos carboidratos em 100grs cerca de 7,68 g de hidratos de carbono.


Além disso, fornece fibra.


Tem propriedades diuréticas, alcalinizantes, são de fácil digestão, reduzem o ácido úrico, fortalece o sistema imunológico, etc.


28,. Mirtilo:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 12 gramas de hidratos de carbono.


Frutos do bosque conhecidos como frutos silvestres. Os pretos, azuis e vermelhos.


Qualquer variedade que se escolha, são nutritivos.


São baixos em hidratos de carbono, 100grs há cerca de 12g de carboidrato.


São também ricos em antioxidantes, Vitamina C, potássio, ferro, cálcio, ácidos orgânicos e fibra.


Se recomende consumir a fruta e suco.


29.- Frutos do mar:


Carboidratos: quase não têm.


Neste grupo encontram-se os camarões, caranguejos, lagostas, camarões, ostiones, etc. fornecem proteínas.


Não contém gordura, mas o camarão se contém grande quantidade de colesterol. São nutritivos, estimulantes.


E não fornecem hidratos de carbono, recomenda-se comer com moderação.


30.- Sal:


Carboidratos: quase não tem.


O sal está presente em quase todos os alimentos que se consomem.


Consumida em excesso pode ser prejudicial à saúde.


Não fornece hidratos de carbono, mas em vez disso, ele contribui com minerais, o sódio e o iodo (foi-lhe adicionado ao sal fino) são alguns, ao contrário do que se pensa, o sal é necessário para o organismo já que mantém o equilíbrio de líquidos.


31.- Acelga:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 3.7 gramas de hidratos de carbono.


A acelga é rica em sódio, cálcio, magnésio e ferro, vitaminas A e do grupo B. destaca-se por ter propriedades remineralizantes. Não contém quase nada de gordura, e é um dos alimentos mais baixos em hidratos de carbono, 100grs de acelga trazem 3,7 g, também contém proteínas e fibras.


32.- Abóbora:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 4.5 gramas de hidratos de carbono.


Há diversas variedades de abóbora, mas todas contêm vitaminas, minerais (sílica) e tem muito baixo aporte de calorias. A flor de abóbora é muito rica em Vitamina C. a sua versatilidade permite ser consumido de muitas maneiras. Cerca de 100grs só contribuem com cerca de 30 calorias, 90% de água, e 4,5 g de carboidratos.


33.- Gengibre:


Carboidratos: Em apenas uma colher de chá de gengibre há cerca de 2 calorias e 0,36 g de carboidratos.


O gengibre é um rizoma aromático que principalmente é usado como tempero na preparação de vários pratos, mas também é utilizada com fins terapêuticos, preparado em infusão. Para consumo só é necessário ingerir pouca quantidade, já que tem um sabor muito característico e forte. Traz e contém aminoácidos, óleos essenciais, fibras, vitamina C, minerais, flavonóides.


34.- Kiwi:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 9 gramas de hidratos de carbono.


Kiwi é uma fruta muito rica e muito boa para ser consumida na dieta para emagrecer, destaca-se pelo seu teor nutricional, fornece Vitaminas A e C, magnésio e cálcio, principalmente. Em uma ração (100grs) contribui com cerca de 50 calorias, é baixo em hidratos de carbono (9g) contém fibra e entristece uma quantidade significativa de proteínas. Se lhe têm atribuído propriedades e benefícios para a saúde, uma vez que fortalece o sistema imunológico, promove a saúde do coração. Recomenda-Se consumir uma peça diária.


35.- Alface:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 2.9 gramas de hidratos de carbono.


A alface, sem dúvida, é um vegetal muito consumido em saladas, sendo a base, você pode desfrutar de muitas variedades como: romênia., romana, italiana ou encaracolado, etc., todas são muito nutritivas, pois fornecem vitaminas A, B, C e e, magnésio, ferro, potássio, cálcio, fósforo.


São muito baixas em calorias e são baixas em hidratos de carbono, proteínas. Consumi-la normalmente tem muitos benefícios para a saúde. Recomenda-Se tomá-la crua e bem desinfectada. Serve para poder combater a insônia.


36.- Limão:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 9 gramas de hidratos de carbono.


Considerado o rei dos frutos, é uma muito boa fonte de Vitamina C, mas, além disso, é rico em minerais como: ferro, fósforo, sacarose, ácidos essenciais (cítrico e málico). É muito baixo em hidratos de carbono, calorias fornece fibra e seu principal componente é a água.


Se lhe foi adjudicado múltiplas propriedades depurativas, alcalinizantes, entre outras.


37.- Manteiga:


Carboidratos: Quase não contém. Em 100 gramas contém 0.1 gramas de hidratos de carbono.


A manteiga é um produto de origem animal, que acompanha muito bem a preparação de pratos. No entanto, deve-se consumir com moderação, ou seja, não diariamente para poder cuidar do peso. Seu principal componente é gordura, mas também é rica em cálcio, iodo, sódio. Contém pequenas quantidades significativas de minerais e vitaminas.


É baixa em carboidratos, apenas uma ração pode haver um pequeno presença de apenas um grama. Entre mais aqueça a manteiga, maior será a sua ingestão calórica.


38.- Toranja:


alimentos-baixos-em-carboidratos-5


Carboidratos: Em 100 gramas contém 11 gramas de hidratos de carbono.


Toranja ou toranja, como é conhecido, é uma fruta baixa em carboidratos, rica em água e fibras. Também é rica em Vitaminas A e C, minerais e ácidos. Tem múltiplas propriedades depurativas, diuréticas, digestivas, descongestionantes, antihemorrágicas, entre outras.


É uma das frutas favoritas e recomendadas para poder consumir em um plano de emagrecimento.


39.- Pimenta:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 7 gramas de hidratos de carbono.


Há os vermelhos, amarelos, verdes, laranjas. Eles são muito ricos e fornecem vitaminas A e C, minerais como: cálcio, ferro, fósforo, magnésio e sódio. Além disso, eles são baixos em hidratos de carbono, 100grs há cerca de 4,20 g de carboidrato, seu principal componente é a água. Fornecem antioxidantes.


40.- Amêndoa:


Carboidratos: Em 100 gramas contém 22 gramas de hidratos de carbono.


Há dois tipos doce e o amargo. A doce é comestível.


As amêndoas são uma boa fonte de proteína de origem vegetal, de matérias gordas, e baixa em carboidratos penas cerca de 7grs em 100grs de ração, também é muito rica em potássio, cálcio, magnésio, ácido fólico.


Este alimento é muito nutritivo e são consumidos para melhorar a saúde e também com fins estéticos para embelezar a pele e o cabelo.

38 Alimentos Proibidos Se Você Tem Fígado Gordo

O fígado gordo é um problema de saúde que pode reverter ou, pelo menos, estabilizar, sempre e quando forem feitas alterações no estilo de vida.


Quando esta condição se deve a maus hábitos, como uma alimentação inadequada e a uma vida muito sedentária; conseguir começar a viver de outra forma, consegue curar o fígado de um modo significativo.


Indicar uma mudança no estilo de vida é muito fácil, mas vivê-lo e aplicá-lo não o é em absoluto. A saúde é uma excelente motivação, mas você tem que entender que toda mudança requer tempo e esforço. Talvez não seja fácil no início, mas com o tempo pode-se começar a viver de outra forma mais saudável e que nos fornece muito mais vitalidade e energia.


Lista de alimentos que você deve evitar se tiver fígado gordoe há sempre que ter claro quando nos diagnosticada com esta condição, é que existem alimentos que devemos considerar proibidos, e não devemos voltar a ingerir nada que figura na lista de alimentos que você deve evitar se você tem o fígado gorduroso.


Veja também:


Lista de alimentos prejudiciais para o fígado gordo:


1.- Alimentos com alto teor de gorduras saturadas


Como os lácteos (se pude aceitar uma pequena quantidade, mas sempre desnatados), cremes e queijos gordos, carnes com alto teor de gorduras, e todo alimento, qualquer que seja, que se prepare através de uma fritura. Um pedaço de frango sem pele cozido ou grelhado é algo permitido, mas nunca, jamais, um frango frito. Indicamos isso para que fique claro que não só se trata do alimento em si, mas que conta muito qual é a forma de cozimento.


Exemplos de alimentos ricos em gordura saturada:



  • A carne processada (como as que usam os hambúrgueres da cómida rápida)

  • Pais à francesa

  • Manteiga

  • Bacon

  • Queijo

  • Gordura de frango

  • Gordura de porco

  • Chistorra

  • Queijo parmesão

  • Cremes

  • Carne com muita gordura

  • Alimentos fritos

Para ver a lista completa clique aqui.


2.- Alimentos com índice glicêmico elevado.


Esses alimentos têm como característica que induzem um aumento acentuado dos níveis de açúcar no sangue, o que produz uma resposta imediata de aumento de insulina, com a intenção de reduzir esses níveis. Desta forma cria-se uma situação de carregar e baixas muito bruscas e pouco saudáveis, que não são nada recomendáveis para o fígado gorduroso.


Exemplos de alimentos com índice glicêmico alto:



  • Os doces

  • As sodas

  • Bebidas energéticas elevadas de açúcar

  • Açúcar de mesa

  • Os açúcares processados

  • as sobremesas

  • Bolos doces

  • Pão branco

  • Batatas ao forno

  • Batatas fritas

  • Xarope de trigo

  • Xarope de arroz

Para ver a lista completa clique aqui.


São bons exemplos de alimentos desse grupo, que, portanto, devem ser evitados.


Veja também:


3.- Cereais ou grãos processados.


Devido a isso devem ser evitados. No entanto, os nós de destaque à parte, pois os grãos integrais, ricos em fibras são muito recomendáveis, ponto que é importante ter claro.


Exemplos de cereais processados:



  • Arroz

  • Óleo

  • Cevada Perlada

  • Farinha branca

  • Farinha de milho

  • Farinha de ervilhas

  • Milho

  • Trigo inchado

  • Trigo pisado

  • Trigo perolado

  • Semolin de trigo

4.- O álcool.


Se bem que em pessoas saudáveis, o consumo muito moderado de álcool não é um problema, desde quando se superam uma quantidade moderada não é algo saudável. O problema é que, quando o fígado gorduroso já esta doente, tem muito menos chance de se livrar do álcool, já que é um tóxico que se processa no fígado. Se uma pessoa tem esta condição não deve consumir nem mesmo pequenas quantidades de álcool, já que a doença vai progredir com muito mais velocidade e as chances de complicações são multiplicados.

30 Alimentos Que Aumentam A Testosterona De Forma Natural

A testosterona é a hormona sexual masculina, que afeta mais coisas que o desejo sexual. Também é responsável pelo nível de massa óssea e muscular, o crescimento do cabelo e a produção de espermatozóides.


As mulheres também têm testosterona, mas em menor proporção, nelas predominam os estrogénios.


Com o passar dos anos, a testosterona diminui os seus níveis, afetando as funções do organismo.


O hipogonadismo é uma doença com níveis baixos de testosterona, que os médicos a tratam com substitutos de testosterona, você também pode adicionar estes alimentos em conjunto com as recomendações de seus médicos.


Dois nutrientes muito importantes para os seus níveis de testosterona são o Zinco e a Vitamina D.


Leia os 8 melhores suplementos para aumentar sua testosterona.


Aqui esta uma lista de 30 alimentos que te ajuda a elevar seus níveis de testosterona.


1. Todos os Tipos de Batatas Ou Batatas



Diversos estudos afirmam que os carboidratos são muito importantes para a produção de testosterona, sendo as batatas uma rica fonte de carboidratos e nutrientes complexos.


Aconselho-Te consumi-las para melhorar e manter a produção de testosterona e de outros hormônios no seu corpo.


Existem diferentes tipos, de acordo com a área geográfica onde se cultivem. Doces, brancas, vermelhas, vermelhas e roxas são uma excelente fonte de glúten, saudável e rica em vitamina A, B, cobre e ferro (1).


A melhor maneira de consumi-las ao forno com casca e sem gorduras nocivas acrescentadas.


2. Nozes de Macadâmia



Os tipos de gorduras que se relacionam com o aumento da produção de testosterona são os ácidos graxos saturados (SFA) e os ácidos graxos monoinsaturados (MUFA).


As nozes de macadâmia são reconhecidas por serem ricas em gorduras saudáveis (MUFA, SFA). Cada 100 gramas contém:



  • 75 gr de gordura dietética, dos quais 60 gr são MUFA,

  • 13 gr são SFA.

  • 2 gramas são PUFAs ou gorduras polinsaturadas, como o ômega 3.

3. Barra de Bisonte



Este alimento é desconhecido para muitas pessoas, e é uma rica fonte de proteína animal. É um produto típico da América do Norte, feito de bisões alimentados 100% com grama ou capim, sem antibióticos, hormônios ou pesticidas.


Estas barras contêm bisonte terno, toucinho, sem maquiagem e mirtilos azedo.


Estudos afirmam que são uma rica fonte de proteína saudável para o seu sistema endócrino.


Especialistas reconhecem que a carne de bisão é magra ou baixa em gordura, muito nutritivo e pode ser usada como qualquer carne.


As suas vantagens residem na sua alimentação, seus baixos níveis de gordura e sua relação com a produção adequada de testosterona.


4. A Gelatina de Vitela



Você sabia que a gelatina é uma rica fonte de proteína natural? Obtém-Se do colagénio que se encontra nos tecidos conjuntivos de animais (vacas, porcos, cavalos e aves). Além disso, estes tecidos são uma importante fonte de aminoácidos, como triptofano, cisteína, prolina e glicina, que atuam como neurotransmissores para o bom funcionamento do nosso corpo.


Estima-Se que a gelatina oferece 27% de glicina e 15% de prolina. A relação positiva entre a gelatina e a testosterona, é o equilíbrio dos neurotransmissores. Quando há o equilíbrio entre eles, melhora a qualidade do sono e a produção de testosterona.


5. O Café



É considerado por muitas culturas como uma bebida saborosa e indispensável na dieta diária. Seu principal componente é a cafeína, que estimula o cérebro e os músculos, e contém antioxidantes, minerais e fibra.


Muitos médicos recomendam por suas propriedades antioxidantes e reconhecem que estimula o sistema nervoso, ajudando a melhorar a saúde.


De acordo com alguns estudos, a cafeína aumenta os níveis de testosterona em até 20%.


6. As Castanhas-do-pará



As castanhas do Brasil são utilizados na sua forma natural, como fruto seco, para fazer doces e sobremesas.


Embora seu conteúdo de gordura saudáveis é menor do que a das nozes de macadâmia (100 gramas de castanhas-do-pará contém 15 g de SFAs, 25 g de MUFA e 19 g de PUFA). O valioso trabalho que se oferecem para a produção de testosterona, está em seu alto teor de selênio (100 gramas de castanhas-do-pará contém 1917 mcg de selênio). Além disso, é um excelente antioxidante.


Como o selénio produz glutationa, isso aumenta a produção de testosterona. (2)(3)


Aconselha-Se comer diariamente um punhado de nozes do Brasil para cobrir as necessidades de selênio de forma natural.


7. Azeite de Oliva Extra-Virgem



O azeite de oliva extra virgem é um produto muito apreciado pela culinária mundial, ao qual serão atribuídas muitas propriedades, graças a sua gordura, nutrientes e antioxidantes.


Tem propriedades anti-inflamatórias, antimicrobianas e digestivas, e combate os radicais livres que promovem o envelhecimento precoce.


Um ensaio realizado em jovens marroquinos que usaram o óleo de oliva extra virgem durante duas semanas em suas dietas, constatou que os índices de testosterona é aumentaram 17% (4).


Este óleo contém quantidades significativas de gorduras monoinsaturadas e ácido oleico, saudáveis para o organismo e para a produção de testosterona. Este percentual é calculado em 73% MUFAs, 14% SFAs e 13% PUFAs. O óleo de oliva é antioxicante e anti-inflamatório também. O fruto da oliveira contém glucósido amargo, que é um estimulador da testosterona. (5)(6)(7)


8. As Passas



As passas são recolhidos a partir da desidratação da uva fresca e são reconhecidas no mundo gastronômico, e a medicina, por seu alto valor nutritivo.


Contêm hidratos de carbono, fibra, ferro, manganês, cobre, vitamina B (exceto B12), magnésio, cálcio, fósforo, flavonóides e folatos.


Estudos indicam que ajudam a melhorar a testosterona, por uma das seguintes razões:



  • São anti-inflamatórias e estão cheias de antioxidantes, como o resveratrol.

  • Estima-Se que 100 gramas de passas, contendo 3 mg de boro (mineral que aumenta a testosterona significativamente) (8).

As passas melhoram a anemia, fortalece o sistema nervoso e têm efeitos antioxidantes.


Inclúyelas em sua dieta com moderação.


9. Salsinha



É uma planta que oferece benefícios na medicina e a gastronomia, à qual se atribuem propriedades diuréticas e antioxidantes, contém cálcio, ferro, fósforo, enxofre e vitamina C.


Pesquisadores descobriram que consumir salsa com frequência, além de aipo e cebola, melhora os níveis de testosterona. (9)


Outros estudos descobriram que o responsável pelo melhoramento da testosterona era a apigenina, uma substância que é encontrada em grandes quantidades no salsa.


10. O Gengibre



O gengibre é uma raiz aromática com efeitos saudáveis e de cura, que tem um sabor picante.Esta planta é muito popular usada na medicina e a gastronomia. Médicos recomendam como antinflamatorio, e para melhorar as condições respiratórias e digestivas.


O gengibre contém granulometria), um potente antinflamatorio do organismo. (10)


Estudos em animais têm dito que o gengibre como um composto androgênico. Enquanto que estudos em homens observaram um aumento de 17% nos níveis de testosterona, depois de ser tomada em certas doses.


11. Produtos de Cacau Cru



É reconhecido que o cacau cru e os produtos de chocolate são densos em testosterona.


O verdadeiro chocolate não aquece (já que isso destrua os antioxidantes e muitas de suas vitaminas), minimamente processada e não é refinado, o qual mantém as enzimas, antioxidantes e bactérias intestinais benéficas para o organismo.


O chocolate está relacionado com o aumento da saúde cardiovascular, diminuição da pressão arterial e da glicose no sangue.


O consumo do cacau cru está relacionado com o aumento da testosterona, devido a:



  • Você Está cheio de antioxidantes e minerais, como magnésio, zinco, manganês e cobre.

  • A gordura do chocolate cru contém 61% de gordura saturada, 37% é gordura estou apaixonado e 2% é polinsaturada. Esses índices são perfeitos para produzir testosterona

12. Ovos



Os ovos são uma rica e saborosa fonte de proteína, chamados de “a proteína perfeita”, porque contém um equilíbrio adequado dos aminoácidos necessários para as necessidades humanas.


Os ovos são altamente nutritivos, pois contêm quase todas as vitaminas conhecidas, exceto a vitamina C.


Contêm boas proporções de ácidos graxos para a produção de testosterona (38% de gorduras saturadas, 44% de gorduras monoinsaturadas e apenas 18% de gorduras polinsaturadas).


O fator mais importante, que faz com que os ovos sejam promotores da testosterona, é que a gema tem altas doses de colesterol bom.


Cientificamente foi provado que o consumo regular de ovos é benéfico para o sistema cardiovascular.


13. Sal Real



Sal real é o sal de rocha, granulado e não refinado. É conhecido como Cloreto de Sódio e tem cerca de 60 minerais.


O sal comum ou refinada, só tem sódio e cloreto, já que perdeu seus minerais. Pode ter até 3% de antiaglomerantes, que são prejudiciais, por conter metais pesados, como o silicato de alumínio ou o ferrocianeto de sódio.


O benefício de sal de rocha, se encontra em seus minerais, que combatem a inflamação, melhoram a produção de testosterona e não alteram a pressão arterial, em doses moderadas.


14. Óleo de Argan



O óleo de argan não é muito comum e é obtido a partir da pressão dos frutos secos, sementes de amêndoas) da árvore de argan. É muito utilizado na dieta mediterrânica e seu processamento é livre de produtos químicos.


Contém uma grande quantidade de ácidos graxos essenciais (80%) e vitamina e (antioxidante), vitamina E, beta-caroteno, esqualeno e fitoesteróis, e é rico em gama-tocoferol.


Um ensaio em homens que usaram esse óleo virgem, como sua principal fonte de gordura, durante 2 semanas, descobriu que os níveis de testosterona aumentaram em 20% (2).


15. Os Abacates



O abacate é uma fruta e verdura de cada vez, e é muito apreciada na gastronomia pelo seu agradável sabor e o valor nutritivo de suas gorduras.


Esta fruta-legume contém hidratos de carbono, água, fibras, calorias, cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio, ácido fólico e vitaminas A, C, D, K, e e B3.


Sabemos que este tipo de gordura, tem sido relacionado com o aumento do colesterol bom e a testosterona.


A proporção de gorduras saudáveis, contidas no abacate, encontram-se em 16% SFAs, 71% MUFAs e 13% PUFAs.


Sabe-Se que a vitamina E é uma das mais importantes para a produção de testosterona (3).


16. Cogumelos de Botão Branco



Conhecidos como cogumelos brancos, são uma espécie de cogumelos comestíveis que possuem:



  • Minerais como selênio, magnésio, fósforo, iodo, cálcio, zinco e potássio.

  • Vitaminas A, B1, B2, B3, B5, B9, C e D.

  • Ácido fólico.

  • Fibra.

  • Água.

Estes fungos são valorizados no campo da gastronomia e da medicina, devido aos seus efeitos antioxidantes, antianémicos, imuno-estimulantes e diuréticos reconhecidos.


Estudos apontam que estão carregados com polissacarídeos, os quais exercem efeitos antiestrogénicos e parecem bloquear naturalmente a enzima aromatase, que converte a testosterona em estrogênio.


17. Bicarbonato de Sódio


É uma substância de origem natural, de cor branca, com um leve sabor salgado e alcalino. É reconhecido na área gastronômica, na medicina, na indústria farmacêutica e alimentícia.


O bicarbonato são-lhe atribuídas propriedades antibacterianas, antifúngicas, anti-sépticas e anti-inflamatórias.


Os médicos reconhecem que é um agente alcalinizante eficaz e econômico.


Os treinadores recomendam para melhorar o desempenho muscular dos atletas por sua ação alcalinizante.


Estudos revelam que o bicarbonato atua como um interruptor molecular para a adenosina fosfato descarboxilase cíclico (cAMP) e o aumento dos valores de cAMP, que se correlacionam com o aumento da testosterona.


18. O Iogurte



Estudos sugerem que os prebióticos, probióticos, enzimas vivas e outras bactérias amigáveis, contidas no iogurtet, poderiam ter um impacto positivo na produção de testosterona.


Pesquisas com roedores machos, doseados com lactobacillus ruteri, observado o seguinte:



  • Um aumento nos níveis de testosterona e do hormônio luteinizante.

  • Aumento do tamanho e do peso dos testículos, impedindo a contração dos testículos associada com a idade.

  • Melhoria dos parâmetros do sêmen.

  • Graças à maior exposição a micróbios intestinais saudáveis, se produziram níveis elevados de testosterona.

  • O probiótico Clostridium scindens pode converter o hormônio do estresse (cortisol) em andrógenos dentro do intestino.

O iogurte é um alimento incrível que aumenta os níveis de testosterona, contém L. Reuterii e C. Scindensis, e várias cepas probióticas, ainda não pesquisadas.


19. Carne de Vaca Alimentada com Grama



Estudos reconhecem que a carne de vaca alimentada com capim é uma rica e saudável fonte de proteína orgânica, uma vez que não contém agentes químicos poluentes, com o qual se preservam seus nutrientes e aminoácidos naturais. Esta carne não está exposta a antibióticos, pesticidas ou estrogênio, o que diminui a testosterona e prejudicam a saúde.


Esta carne contém gorduras saudáveis, relacionadas com um maior incremento na produção de testosterona.


Na medida de suas possibilidades, consome carne bovina orgânica, para evitar problemas de saúde e manter os seus níveis de testosterona.


20. Carne Orgânica Picada



Os benefícios da carne orgânica picada se relacionam com qualquer carne orgânica (bovina, carne de porco ou cordeiro). Estas carnes são uma rica e saudável fonte de proteína.


Estudos revelam que quando consumimos carnes na forma picada, estamos recebendo muitas gorduras de alta qualidade que beneficiam o funcionamento do nosso organismo, melhoram o sistema endócrino e ajudam a aumentar a produção de testosterona.


Se você não tem acesso às carnes orgânicas, sugerimos comprar carnes com menor quantidade de gordura possível. Já sabe, a carne de animais tratados com hormônios, pesticidas e antibióticos, é muito prejudicial.


21. Granadas



A romã é um fruto conhecido por seu poder de cura e efeitos antioxidantes. É usada no campo medicinal e é chamado de viagra natural, porque estimula o desejo sexual.


Esta fruta é rica em antioxidantes, pelo que é anticancerígena, antinflamatoria e antiparasitaria. Alguns acreditam que limpa as artérias.


Um estudo em homens que consumiram o suco de romã, durante 2 semanas, concluiu que aumentaram os níveis de testosterona salivar em 24%, ao mesmo tempo em que diminuiu a pressão arterial diastólica e sistólica.


Outras provas, realizadas em pessoas que tomaram o suco de romã por 1, 2 ou 3 anos, encontraram uma redução de 35% na pressão arterial.


Em estudos de laboratório, poucos compostos de granadas demonstraram ser antiestrogénicos (4).


22. Queijo Azul



É reconhecido que os alimentos fermentados são excelentes opções, pois contêm probióticos, prebióticos, bactérias saudáveis e enzimas associadas com o aumento da testosterona.


Assim como o iogurte, o queijo azul é cheio de bactérias intestinais benéficas e gorduras saturadas, oxidação, proteínas, cálcio, sal, vitamina D e B5.


Este queijo tem propriedades anti-inflamatórias, anticancerígenas e insecticidas, anti-parasitárias. Diz-Se que a maior amadurecimento, mais qualidades nutritivas tem.


É bem sabido que o mofo, presente nestes queijos, ajuda a combater as bactérias prejudiciais para o seu organismo.


23. Bagas Escuras



As bagas escuras, como mirtilos, amoras, uvas, ameixas e cerejas, são reconhecidas por suas propriedades nutritivas e saudáveis, já que são ricas em antioxidantes.


Os naturalistas dizem que quanto mais escura é a berry, mais alto é o seu teor de antioxidantes; e maior teor de antioxidantes, menor inflamação e deterioração oxidativo de seu corpo.


Todos os antioxidantes dão altos benefícios das frutas na produção de testosterona.


As bagas escuras também contêm a fibra chamada Cálcio D-Glucarato, que ajuda a eliminar o excesso de estrogênio.


24. Manteiga de ervas



A manteiga de ervas é conhecido como verdadeira manteiga, e se obtém de gado alimentado com pasto, isto é, de gado orgânico. É considerada um alimento incrível para aumentar a testosterona.


A verdadeira manteiga é produzido a partir de leite de vaca e tem maior teor de gordura saturada saudável.


A verdadeira manteiga é uma rica fonte de gorduras SFA que fortalecem a testosterona, e contém vitaminas lipossolúveis A, E, K2 e D, associadas a uma maior produção de testosterona.


Quando você compra manteiga, verifica-se que seja orgânica. As margarinas são uma invenção altamente prejudicial às indústrias.


25. O Sorgo



O sorgo é um cereal rico em proteínas, semelhante ao milho, mas sem glúten e com menos hidratos de carbono. Contém vitaminas B e e, fibras e minerais como ferro, zinco, fósforo e cálcio.


O glúten é um potenciador de prolactina e de um inibidor da tireóide. Além disso, foi reconhecido que o sorgo é um grão androgênico que ajuda a aumentar a testosterona.


Estudos mostraram que o sorgo amplifica a ação da enzima 5-Alfa-Redutase, que transforma a testosterona em DHT, fazendo com que, efetivamente, os níveis de testosterona.


26. O óleo de coco



É um óleo vegetal considerado como um superalimento.


Possui uma combinação única de ácidos graxos saturados de cadeia média, muito saudáveis para o seu corpo.


O óleo de coco contém água, calorias, gordura, proteína, hidratos de carbono, fibras, potássio, sódio, fósforo, cálcio, magnésio, ferro, cobre, zinco, vitaminas A,C, B1,B2,B3 , B6,B9, D e e, gorduras saturadas por insaturadas (monoinsaturadas e polinsaturadas).


Foram demonstrados entre os seus benefícios:



  • Melhora as habilidades cognitivas.

  • Aumenta a produção de testosterona.

  • Aumenta os hormônios da tireoide.

  • Acelera o metabolismo.

  • Elimina bactérias, vírus e fungos.

Se você vai consumir o óleo, busca o de origem orgânica e prensado a frio.


27. Bacon Orgânico



Vem de gado alimentado com pasto e de forma saudável, e está cheio de proteínas e gorduras saudáveis que aumentam a testosterona de forma natural.


Infelizmente, o bacon não é acessível em muitas partes do mundo, já que o bacon convencional vem de suínos alimentados com soja transgênica e milho.


Os porcos não orgânicos vivem em condições estressantes, e são injetados com antibióticos e hormônios para engordarlos rapidamente. Esse processo prejudica o animal e, obviamente, a quem o consome.


Se você vai consumir carne de porco, busca a de menor teor de gordura, já que aí se acumulam os hormônios injetados.


28. As cebolas



Quase todas as classes de cebolas estão carregadas com fitoquímicos e antioxidantes. Alguns desses componentes são possíveis potenciadores de testosterona, como o apigening e quercetina.


As cebolas contêm:



  • Água.

  • Óleos essenciais.

  • Vitaminas B, C e E.

  • Minerais como magnésio, fósforo, potássio, cálcio e sódio.

  • Aminoácidos essenciais.

  • Fibra.

Seus benefícios são reconhecidos no campo da culinária e na medicina. Estimula o funcionamento do fígado, o pâncreas e a vesícula biliar, uma vez que melhora a digestão. Até mesmo, se lhe atribuem propriedades anti-inflamatórias, antibióticas, anti-sépticas e anti-coagulantes.


Estudos com ratos alimentados com suco de cebola, mostraram um surpreendente aumento na testosterona, foram registrados efeitos androgênicos.


Por suas valiosas propriedades, sugiro que as consumas cruas.


29. O Alho



Todos ouvimos falar sobre os benefícios do alho. Freqüentemente, o usamos na cozinha e a indústria tem aproveitado para gerar diversos produtos.


O alho contém:



  • Aminoácidos como o ácido glutâmico, argenina, ácido aspártico, leucina, lisina e valina.

  • Minerais como manganês, potássio, cálcio, iodo, fósforo, magnésio, selênio, sódio, ferro, zinco e cobre.

  • Vitaminas B6, C e PP.

  • Ácido fólico.

  • Ácido pantoténico.

  • Niacina.

Estudos afirmam que o aumento da testosterona, depois de consumir o alho, está associado com a quercetina e a alicina. Esta última reduz os níveis de cortisol, fazendo com que o corpo pode usar melhor a testosterona que gera.


30. As Ostras



As ostras são um marisco muito nutritivo e saudável, rico em ácidos gordos ómega 3, que deve ser consumido com moderação para evitar problemas digestivos. Sempre pensou-se que são afrodisíacas, aumentando a libido e a produção de testosterona.


Fornecem nutrientes, entre eles, zinco (é o mais predominante, reconhecido como potenciador da fertilidade), magnésio, selênio, cobre e vitamina D.


As ostras contêm proteínas de alta qualidade e alguns aminoácidos raros.


Se você gosta de frutos do mar, não duvide em consumi-los.


Para concluir, quero lhe perguntar o que acha esta informação? Espero que a resposta seja positiva e que possamos continuar a contribuir com a sua saúde e a de sua família.


Por favor, compartilhe esta informação em seu círculo de amizades.


Até breve.

15 Alimentos ricos em ferro

O consumo de alimentos ricos em ferro é muito importante na alimentação, alguns deles são: salmão, fígado, brócolis, etc., principais alimentos que contêm ferro.


O ferro é um mineral essencial para o corpo, já que ele precisa para formar parte das células sanguíneas. Além disso, você precisa de ferro para produzir a hemoglobina (encontra-se nos glóbulos vermelhos) e a mioglobina (se encontra nos músculos). Também faz parte das proteínas. É por isso que é fundamental ingerir alimentos ricos em ferro na nossa alimentação diária.


Importante: os baixos níveis de ferro no organismo durante longo tempo, pode desencadear anemia ferropénica, por eles é de vital importância a ingestão de alimentos ricos em ferro.


Alimentos ricos em ferro:


Brócolis


alimentos ricos em ferro brócolis
Também chamado de brócolos, é uma das verduras consideradas pelos especialistas como um alimento que proporciona maior quantidade de nutrientes, entre os quais se destacam o ferro, entre outros, o seu principal componente é a água, que é de baixo valor calórico. Por cada 100 gr de este vegetal há 0.88 mg de ferro.


Salmão


O salmão contém vitaminas B2, B3, B6, B9 e B12 e contém 0.84 mg de ferro, seu consumo traz grandes benefícios ao organismo.


Fígado:


É um alimento muito ricos em ferro, o fígado seja de frango, carne bovina ou de porco, peru etc., Uma boa forma de consumo é por meio de patês.


– Fígado de vitela: 7,9 mg


– Fígado de porco: 10,2 mg


Carne de porco:


Sem dúvida, é um dos tipos de carne que mais contém proteínas, além de conter ferro (1,4 mg/100gr) este é de fácil absorção. Abundam outros nutrientes como: vitamina K), fósforo, cobre, zinco, selénio, etc.


Ovo:


O ferro esta principalmente concentrado na ponta, além disso, fornece proteínas de grande qualidade, entre outros nutrientes, é um dos alimentos ricos em ferro e considerado completo.


Carne de vaca:


É um dos tipos de carne que distingue os alimentos ricos em ferro, já que traz uma importante quantidade de ferro. Em cada 100gr há 3mg. este mineral, além de ser um tipo de carne que mais se consome, há que se destacar que, por seu conteúdo de nutrientes, não pode faltar na nossa alimentação, claro consumida com moderação.


Ostras:


É um alimento de baixo teor de gordura, e ômegas 3, iodo, como a carne de porco, o seu teor de ferro (3,10 mg) é de fácil absorção. É fundamental manter uma boa higiene e temperatura para evitar intoxicações.


Outros Moluscos ricos em Ferro (% do VD por 85 gramas ou 3 Oz):



  • Ostiones (57% do VD)

  • Sépia (51% do VD)

  • Caracol de Mar (48% do VD)

  • Pulbo (45% do VD).

  • Mexilhões (32% do VD).

  • Abalone (18% do VD).

  • Vieiras (14% do VD).

Grãos integrais (arroz integral, pão integral, centeio, aveia, etc.)


Além de ser uma boa fonte de fibra, que são ricos em ferro, que consumidos de forma frequente podem chegar fornecem a quantidade necessária de ferro para o organismo. Também contém vitamina B, ácido fólico, etc.


Espinafre


É um alimento de origem vegetal, o seu conteúdo é de 2,7 mg/100gr de ferro, como espinafre há muitos vegetais que também fornecem ferro.


100 gramas de espnicas contêm 3.6 mg (20% do VD) de Ferro.


1 xícara de espinafre cozidas 6 mg (36% do VD) de ferro.


Outros vegetais verdes são ricos em ferro (% do vD por xícara):



  • Acelga (22% do VD)

  • Folhas de Nabo Cozidos (16% do VD)

  • Couve ( 6% do VD).

  • Beterraba Verde (5% do VD)

Soja:


A soja, como é conhecido, é um alimento muito completo, além de fornecem proteínas de origem vegetal, em cada 100gr contém 15.70mg, além de ser fonte de vitamina E, vitamina K, entre outros nutrientes. Não deve faltar na lista de alimentos ricos em ferro, que devem ser consumidas na dieta diária.


Sementes de Abóbora


alimentos ricos em ferro salmon


100 gramas de semente de abóbora contém 15 mg de ferro (83% do VD).


Uma xícara (227 gr) de sementes de abóbora contêm 34 mg (188% do VD).


28 gramas de sementes de abóbora contêm 4 mg (23% do VD).


Outras Sementes altas em ferro (% do VD para cada 28 gramas)



  • Sementes de Gergelim (23% do VD)

  • Sementes de Girassol (11% do VD)

  • Sementes de Linhaça (9% do VD)

Castanhas ( de Caju, avelãs, cacahuates, amêndoas)


alimentos ricos em ferro pate de figado


100 gramas de nozes contêm 6.1 mg de ferro (34% do VD).


1 xícara de nozes (129 gr) contém 7.8 mg de ferro (43% do VD).


18 nuece ( 28 g) contém 1.7 mg (9% do VD) de ferro.


Outros frutos secos ricos em ferro (% do VD por 28 gramas):



  • Porcas de pinho (9% do VD)

  • Avelãs (7% do VD)

  • Cacahuates (7% do VD).

  • Alemndras (7% do VD).

  • Pistácios (7% do VD).

  • Macadâmia (6% do VD).

Feijão


alimentos ricos em ferro (carne de porco


100 gramas de feijão contêm 3.7 mg (21% do VD) de ferro.


1 xícara (179 g) de feijão contém 6.6 mg (37% do VD) de ferro.


1 colher (11 gr) 0.5 mg (2% VD) de ferro.


Outros Grãos e legumes ricos em ferro (% do VD por xícara cozida):



  • Feijão de Soja (49% do VD)

  • Lentilhas (37% do VD).

  • Grão-de-bico (26% do VD).

  • Feijões (25% do VD)

  • Feijão de Lima (25% do VD).

  • Feijão preto (24% do VD).

  • Feijão Pinto (20% do VD).

  • Feijão Branco (24% do VD).

  • Feijão Pinto (20% do VD).

  • Feijão Chinês (20% do VD).

Chocolate Preto ou Cacau em Pó


alimentos ricos em ferro ovo


100 gramas de chocolate preto contém 17 mg (97% do VD) de ferro.


1 xícara (132 gramas) de chocolate preto contém 23 mg (128% do VD) de ferro.


1 Barra ( 29 gramas) de chocolate preto contém 5 mg (28% do VD) de ferro.


1 xícara de cacau em pó tem 66% do VD).


Tofu


alimentos ricos em ferro (carne de vaca


100 gramas d etofu contêm 2.7 mg (15% do VD).


1 xícara de tofu (126 gr) contêm 3.4 mg (19% do VD).


81 gramas de tofu contém 2.2 mg (12% do VD).


A lista de alimentos ricos em ferro é longa, é importante incluí-los na alimentação diária. É importante saber, para que haja uma melhor e adequada absorção de ferro no organismo se podem combinar as carnes com vegetais de folhas escuras, também o consumo de alimentos ricos em vitamina C ajudam a isso.

20 Alimentos Diuréticos Para Evitar A Retenção De Líquidos

Além de reduzir o consumo de sais yodadas e fazer exercícios, a dieta cumpre um papel muito importante na luta contra a retenção de líquidos. Aqui esta uma lista de 20 alimentos diuréticos, que estimularão seus rins para que produzam mais urina e, assim, puder livrar-se dessa sensação de inchaço, desconfortável.


1. Limão


limão-amarela-e-verdes


Uma das melhores coisas que você pode fazer por sua saúde é começar a tomar água com limão de manhã. Os limões não só farão com que a sua água está melhor, também ajudam a reduzir a pressão sangüínea, alcalinizan o corpo, expulsando toxinas prejudiciais e oferecem as tão benéficas vitaminas e minerais.


Se você não é fã dos limões, não se preocupe. Você não tem que comer o limão para obter todos estes maravilhosos benefícios, com o suco é suficiente.


Adicione o suco de limão em uma xícara de água morna e adoça-se com mel. Quando você fizer disso um hábito, você notará que as suas idas ao banheiro para ir para urinar são mais frequentes, o que é um indicativo de que está funcionando.


2. Aveia


prato-de-aveia


Muita gente associa a aveia com a saúde do coração, já que pode normalizar a pressão sangüínea e os níveis de colesterol. No entanto, o que muitos não sabem é que a aveia é considerada um diurético natural, já que é rica em vitamina B solúvel, assim como também em potássio, um mineral que regula os níveis de água no corpo. Então, se você está procurando uma razão para emepzar suas manhãs com um plano de aveia quente, já a tem.


3. Aipo


aipo-sobre-mesa-de-madeira


Este popular vegetal tem um conteúdo de água extremamente alto (em torno de 95%). Por esta razão, comer aipo pode ajudá-lo a liberar o líquido e fazer com que você vá ao banheiro com mais frequência.


Cerca de 80% da água que consumimos vem de líquidos que tomas, enquanto que os 20% restante vem da comida, O aipo é um dos muitos nutrientes hidratantes. Se você não se importa o seu gosto, ou não gosta da textura, você pode adicioná-lo a um shake, que você pode tentar fazer com algumas das frutas e vegetais que se encontram neste artigo


4. Couves-de-Bruxelas


couves-de-bruxelas


Contêm poderosos nutrientes que beneficiam o seu corpo em mais de uma maneira. Ajudam a prevenir o câncer, protege o coração, melhora o sistema digestivo e funciona como um diurético natural. Apenas uma xícara de couve de Bruxelas é suficiente, para que seu corpo obtenha a dose diária recomendada de vitaminas C e K.


Além disso, as couves são ricas em minerais como o potássio, manganesio e folato. É graças a esses nutrientes que este vegetal ajuda a estimular os rins e o pâncreas, remove o excesso de fluidos e purifica o corpo.


5. Gengibre


gengibre-em-pó


O gengibre é uma das especiarias mais saudáveis que você pode comer. Está cheia de nutrientes e complexos bioativos que têm poderosos benefícios para a sua saúde. Um efeito que tem esta especiaria popular em seu corpo, é que se livra do excesso de fluidos.


O gengibre tem um grande efeito de limpeza no organismo, por isso é popular em programas de desintoxicação, já que ajuda a expelir toxinas.


Já o sabes! Da próxima vez que você estiver no supermercado, não esqueça de comprar um pouco de raiz fresca de gengibre. Você ficará surpreso de todo o uso que se pode dar, seja usando-a como enfeite ou para fazer chá.


beterraba-sobre-prato-de-madeira


É outro vegetal popular rico em potássio, um nutriente que ajuda o corpo a passar sódio através da urina. No entanto, muito sódio se torna mais propenso a retenção de líquidos, portanto, como disse anteriormente, é importante minimizar o consumo de sais yodadas e comer diuréticos naturais, como a beterraba.


Quando você está decidindo como comer as beterrabas, vê-se por aquelas que estão mais frescas e que possa cozer, grelhar ou cozinhar no vapor.


Se quiser conhecer 20 benefícios da beterraba para a sua saúde, clique aqui.


7. Vinagre de cidra de maçã


maçãs-e-vinagre


O vinagre de cidra de maçã é como a medicina da natureza. Além de ajudar a combater o câncer, a fim de equilibrar o açúcar no sangue, ajudando na perda de peso, normalizar os níveis de pH, combater a acidez estomacal e melhorar a digestão, também é um diurético natural.


O vinagre faz com que o corpo se purge de fluidos desnecessários, levando a uma melhora da saúde em geral. Para que você possa aproveitá-lo, adicione um pouco de vinagre de maçã em um copo de água e bébelo! Não precisa usar uma grande quantidade para que veja os benefícios


8. Repolho


repolho-roxo


Quando se trata deste vegetal, você pode compar o verde ou o vermelho (mais conhecido como repolho roxo). Ambos oferecem poderosos benefícios diuréticos, porque contêm uma grande quantidade de água (93% para o verde e 92% para o vermelho). Além disso, são uma boa fonte de potássio.


Uma boa forma de comer o repolho, é agregandola a sopa. Isso requer cortar ou tritural o vegetal e concinarlo até que fique em meu terno. A chave é não usar muito sal quando fizer a sopa de repolho, já que isso diminui o efeito diurético.


9. Suco de cranberry


mirtilos-e-suco-de-mirtilos


Talvez, ouviu que o suco de cranberry é um ótimo remédio caseiro para infeções do trato urinário. Bom, isso se deve graças às suas propriedades antibacterianas e diuréticas.


Uma propriedade notável do suco de cranberry é que deixa os seus níveis de potássio intactos. Além disso, fornece antioxidantes que ajudam o corpo a lutar contra os radicais livres.


10. Berinjela


Berinjela-Belas-sobre-madeira


A berinjela contém poucas calorias (aproximadamente 35 por copo), e um monte de nutrientes que ajudam na luta contra o câncer, diminuyen os nivees de colesterol, melhoram a digestão, aumentam a energia, fortalecem os ossos e para expulsar o excesso de água que o seu corpo retém. Além disso, a berejenena tem níveis muito baixos de sódio.


Além de fazer uma variedade de pratos com este vegetal, alguns entusiastas da perda de peso bebem “água de berinjela”, como uma forma de evitar a retenção de líquidos e combater essa sensação de inchaço. Se você se pergunta o que é a água de berejena, pois é simples:


Curta uma berinjela e hiérvela em três ou quatro casas de água. Em seguida, cola e água llevala ao refrigerador. Você pode beber durante o dia e, se quiser aumentar suas propriedades diuréticas, adicione um pouco de suco de limão.


11. Salsinha


molho-de-coentro-sobre-madeira


Muita gente vê a salsa como um belo enfeite os pratos de comida, ignorando seus poderosos benefícios para a saúde. No entanto, a popular grama contém vários tipos de antioxidantes, vitaminas e minerais que têm um efeito importante no corpo.


Alguns destes benefícios incluem: melhora a digestão, combate bactérias nocivas, fortalece o sistema imunológico, protege a saúde do coração, equilibra os hormônios, ajuda a fortalecer os ossos e funciona como diurético natural.


Para agegar mais salsa a sua dieta regular, pode utilizá-la enquanto cozinhas ou adicioná-lo à água em que você É delicioso e muito saudável!


12. Bebidas com cafeína


copo-de-cafe-com-colheres-com-grãos-de-cafe


O feixe notado que geralmente você vai ao banheiro des, pois, de beber seu café da manhã? Isto se deve a que as bebidas com cafeína são diuréticos naturais e suaves. Curiosamente, um estudo(1) descobriu que as pessoas podem desenvolver tolerância aos efeitos diuréticos destas bebidas.


É importante esclarecer que esses resultados não significam que a cafeína não aumenta sua vontade de ir ao banheiro. Para aqueles que não tomam café ou de chá de forma regular é mais simples notar na mudança da frequência com que você vai urinar.


13. Água


copo-de-água-fria


Apesar de parecer contraproducente, beber mais água vai ajudar seu corpo a se livrar do excesso de líquido. Não beber água suficiente, o seu corpo retém líquido para manter-se hidratado. Com 9 copos por dia é mais que suficiente.


Lembre-se que você pode adicionar o suco de limão ou hervrila com raiz de gengibre, para amplificar o efeito diurético.


14. Tomate


tomate


Primeiro, deixe-me começar dizendo que o tomate é de 94% de água. Além disso, de acordo com o Departamento de Ciências de Alimentos pela North Carolina State University, os tomates são uma rica fonte de licopeno, beta-caroteno, ácido fólico, potássio, vitamina C, flavonóides e vitamina E. Esses nutrientes dão ao tomate seu efeito diurético.


Se quiser obter a maioria dos benefícios que oferece o tomate, cómelos crus. Você pode adicioná-las às saladas ou batê-los para fazer o suco de tomate fresco. Se você não gosta do sabor do tomate por si só, considerado adicionar zanahori e melancia a sua bebida para aumentar o efeito diurético e melhorar o sabor.


15. Pepino


pepino


Os pepinos são outro alimento hidratante. De fato, este popular vegetal é de 96% de água, o que o torna o alimento com o maior conteúdo do líquido vital.


Apesar de que são compostos principalmente por água, seu valor nutricional é muito rico. Estão carregados de vitamina B, C e K. Além disso, possuem minerais como o potássio e magnésio. Adicione água aos nutrientes e possuir um poderoso diurético natural.


Além de ajudar a expelir o excesso de líquido do corpo, o pepino ajuda a perder peso e a combater a diabetes e o cancro.


16. Melancia


sandia-cortada-em-pedaços


Se bem que é deliciosa e agradável, também é extremamente nutritiva e oferecem muitos benefícios para o corpo. Já que a fruta aparece na lista, você provavelmente já adivinhou que é um diurético natural fenomenal. As melancias são 92% de água e têm nutrientes que estimulam a urinación.


Um estudo (2) realizado em 2009 pela escola de medicina da Universidade de Aberdeen, ele descobriu que a combinação de açúcares naturais e minerais presentes na melancia (e outras frutas e vegetais), pode hidratar mais efetivamente do que a água ou bebidas esportivas.


17. Cenoura


cenouras-de-cores-roxo-laranja-rosa


As cenouras sempre asoocian com a saúde boa vista, por seu alto teor de vitamina A. Embora isso seja verdade, essa hortaliça é anfitriã de um maior número de benefícios, entre os quais se encontram combater a hichazon causada pelo excesso de água no organismo.


As cenouras são grandes porque eles vêm em variedades que permitem usá-las em uma ampla gama de pratos. As cenouras anãs são excelentes apertitivos ou enfeites para saladas. As maiores podem ser cortadas, fatias e cozidas para adicioná-los em sopas e outros pratos. Não importa a apresentação, o efeito diurético é o mesmo.


18. Alho


alho-em-uma-maia


Seus amigos pode ser que não gostem de sua respiração desues de comer alho, Mas seu corpo se que te amará por isso! O alho ajuda a combater o câncer e a diabetes, protege a saúde do coração e fortalece o sistema imunológico. No entanto, o que muita gente não sabe é que o alho tem propriedades diuréticas.


Apenas uma pequena quantidade de alho é suficiente para curar a retenção de água, assim como também para quebrar a gordura no organismo. Existem comprimidos de alho, mas a melhor maneira é comer de forma orgânica.


19. Alcachofra


alcachofra-a-a-metade


As pessoas sempre comendo alcahofa por suas propriedades medicinais, por séculos. Duas das principais razões pelas quais as alcachofras eram tão populares entre antigos à base de plantas, são, pelas suas propriedades digestivas e diuréticas.


Já que as alcachofras são uma excelente fonte de fibras, ajudam a saúde digestiva. Além disso, contêm nutrientes como o potássio, que ajuda a expulsar o excesso de fluidos do corpo.


20. Espargos


espargos-no-chão


O que é o priemero que te vem à cabeça quando você pensa em espargos? Talvez que a sua urina pegada muito forte! Embora não seja o efeito colateral mais popular de comer espargos, é uma maneira em que você pode ver a conexão entre o vegetal e o seu sistema urinário.


O cheiro é causado por um ácido que se encontra no garanhão, e não é nada prejudicial. Além de ser um diurético natural, otroga antioxidantes e ajuda na absorção de nutrientes, apoia a digestão, combate o câncer e reduz a inflamação crônica em seu corpo.


Você deve ser pró-ativo!


Se você sente que você tem excesso de líquido, começa a introduzir esses alimentos em sua dieta regular. Em poucos dias, você começará a notar as mudanças. No entanto, uma vez que se sinta melhor, não deixe de comê-los! Comir regularmente estes alimentos diuréticos pode evitar que o seu corpo retenha água a longo prazo.


Quando se trata de sua saúde, é sempre melhor ser proativo em vez de reativo. Não se esqueça de consultar seu médico e de voo nos comentários, que outras alternativas conhece para combater a retenção de líquidos.

16 Alimentos Para Comer Na Dieta Cetogénica

A dieta cetogênica se tornou muito popular nos últimos anos e está baseada no consumo de baixos carboidratos e alto teor de gordura.


Estudos científicos têm encontrado que esta dieta é eficaz para (1, 2, 3):



  • Perder peso.

  • Diminuir o risco de diabetes e epilepsia.

  • Prevenir o câncer.

  • Prevenir o mal de Alzheimer.

A quantidade de carboidratos diários em uma dieta cetogénica padrão é de 20 a 50 gramas. Esta quantidade pode ser consumida com alimentos muito nutritivos, como frutas, vegetais e sementes.


A seleção dos alimentos para alcançar essa quantidade de carboidratos depende de:



  • Estilo de vida.

  • Gostos.

  • Nível de atividade física.

Se quiser saber mais, aqui te dou os detalhes dos 16 melhores alimentos que você pode consumir na dieta cetogênica:


1. Produtos do Mar



Um dos alimentos mais deliciosos que você pode adicionar à sua dieta, são os peixes e frutos do mar. Isso se deve a sua baixa quantidade de hidratos de carbono e a sua alta quantidade de (4):



  • Potássio.

  • Selênio.

  • Vitaminas do complexo B.

Frutos do mar


A quantidade de carboidratos em frutos do mar é variável, por exemplo, os camarões e a maioria dos caranguejos não contêm hidratos de carbono, mas outros frutos do mar sim (5).


A dieta cetogênica pode incluir frutos do mar com hidratos de carbono, que de acordo com uma porção de 100 gramas (3.5 onças) contêm (6, 7, 8, 9, 10):



  • Moluscos: 5 gramas.

  • Mexilhões: 7 gramas.

  • Polvo: 4 gramas.

  • Ostras: 4 gramas.

  • Lula: 3 gramas.

Peixes


No caso dos peixes, alguns são muito ricos em ácidos graxos ômega 3, como o salmão, a sardinha e a cavala. E devido à sua composição, têm demonstrado (11):



  • Diminuir os níveis de insulina em pessoas obesas.

  • Aumentar a sensibilidade à insulina em pessoas obesas.

Além de que o seu consumo frequente ajuda a (12, 13):



  • Diminuir o risco de doenças mentais.

  • Melhorar a saúde mental.

Recomenda-Se comer peixe pelo menos duas vezes na semana.


2. Legumes Baixas Em Hidratos De Carbono


Os vegetais que não contêm amido, são baixas em calorias e carboidratos, e são altas em:


A fibra é um tipo de carboidrato que o seu corpo não consegue digerir ou absorver e ajudam-no a manter-se mais saciado e a melhorar a sua digestão.


Isso significa que, ao considerar os hidratos de carbono dos alimentos que consome, que diminuíram a quantidade de fibra.


A maioria das verduras têm um conteúdo líquido de hidratos de carbono muito baixo, mas os vegetais com amido podem cobrir todos os requisitos de carboidratos em uma única porção. Alguns exemplos de vegetais altas em carboidratos:



  • Abóbora.

  • Tomate.

  • Betabel.

  • Cenoura.

  • Nabo e couve-nabiça.

Outros vegetais muito ricos em hidratos de carbono são os tubérculos, como:


Para que um vegetal seja considerada baixa em carboidratos deve conter (14, 15):



  • Menos de 1 grama de carboidratos por copo, por exemplo, espinafre cru.

  • Até 8 gramas de carboidratos por copo, por exemplo, as couves de Bruxelas.

Leia a nossa lista com os 21 melhores vegetais de baixos hidratos de carbono para fazer a dieta cetogogénica fazendo click aqui.


Os Benefícios de Incluir Vegetais em Sua Alimentação Diária


Os legumes fornecem grandes quantidades de antioxidantes, que ajudam a diminuir o dano celular. Esta propriedade protetora se deve ao fato de que os antioxidantes neutralizam os radicais livres (moléculas instáveis que causam o dano celular) (16, 17).


Um grupo de vegetais, chamado brassicaceae, destaca-se por diminuir o risco de câncer e doenças do coração (18, 19). Alguns exemplos são:



  • Brócolis.

  • Couve-flor.

  • Couves-de-Bruxelas.

  • Couve.

Os legumes baixas em hidratos de carbono podem ajudar a substituir os alimentos ricos em carboidratos, por exemplo:



  • A couve-flor pode substituir o arroz, purê de batata ou base para pizza.

  • A abóbora pode substituir os talharim ou espaguete.

3. Queijo



O queijo é um ingrediente delicioso para qualquer disco e é altamente nutritivo e compatível com a dieta cetogênica.


Quando falamos de queijo, podemos dizer que existem centenas de tipos diferentes, que variam de sabor e composição. Felizmente, existem queijos muito baixos em carboidratos e ricos em gorduras, e são adequados para a dieta cetogênica.


Por exemplo, uma onça (28 gramas) de queijo cheddar dá a seu corpo (20):



  • 1 grama de hidratos de carbono.

  • 7 gramas de proteína.

  • 20% da Ingestão Diária Recomendada de cálcio.

Apesar de que o queijo é alto em gorduras saturadas, nunca foi relacionado com o risco de doenças do coração (21). De fato, algumas pesquisas sugerem que pode diminuir o risco de doenças cardíacas (22).


O queijo contém ácidos linoléicos conjugados, um tipo de gordura está relacionada com (23):



  • Perda de gordura corporal.

  • Prevenção da perda de massa corporal.

  • Força na velhice.

Um estudo realizado em adultos, descobriu que os participantes que consumiram 210 gramas (7 onças) de queijo ricota ao dia, durante 7 semanas, o aumento da massa e força muscular (24).


4. Abacate


O abacate é macio, cremoso, de cor muito atraente e sabor delicioso. Mas também é incrivelmente saudável para o seu corpo.


Meio abacate, cerca de 100 gramas (3.5 onças), te dá (25, 26, 27):



  • 9 gramas de carboidratos.7 gramas de fibra.2 gramas de carboidratos aproveitáveis.

  • Vitaminas.

  • Minerais.Como o potássio.Este mineral é muito importante para facilitar o processo da dieta cetogênica.Ajuda o sistema nervoso a transmitir os impulsos e funcionar melhor.Níveis adequados de potássio ajudam ao bom funcionamento muscular e prevenir cãibras.

Outros dos efeitos do abacate, é a melhora nos níveis de colesterol e triglicéridos no sangue.


Um estudo realizado em pessoas com uma dieta de altas quantidades de vitamina a encontrada (28):



  • Diminuição de 22% do colesterol LDL (“mau” colesterol) e triglicérides no sangue.

  • Aumento de 11% do colesterol HDL (colesterol “bom”).

5. Carnes Vermelhas e Aves


A maioria das pessoas, quando pensam na dieta cetogênica, a primeira coisa que lhes vem à mente são as carnes vermelhas e aves.


Porque (29, 30, 31):



  • Não contêm hidratos de carbono.

  • São uma boa fonte de proteína de alto valor biológico, que previnem a perda de massa muscular.

  • São altas em vitaminas do complexo B.

  • Contêm grandes quantidades de minerais como o zinco, selênio, ferro e potássio.

Um estudo revelou que manter uma dieta alta em gorduras animais, aumenta o colesterol HDL (bom) até 8% a mais, do que as dietas baixas em gordura e alta em hidratos de carbono (21).


O melhor é escolher produtos de animais que viveram em liberdade, porque contêm maiores quantidades de (32):



  • Ácidos graxos ômega 3.

  • Ácidos linoléicos conjugados.

  • Antioxidantes.

6. Ovo



O ovo é um dos alimentos mais versáteis e nutritivos. Um ovo grande contém (33):



  • 1 grama de hidratos de carbono.

  • 6 gramas de proteínas.

Algumas de suas propriedades mais apreciadas são (34, 35, 36, 37):



  • Conteúdo:Antioxidantes (presentes na gema), que favorecem a saúde de seus olhos.Colesterol.Su conteúdo de colesterol não aumenta o colesterol no sangue, na maioria dos casos.Demonstrou-Se que o colesterol do ovo ajuda a reduzir o risco de doenças do coração.

  • Aumentam a produção de hormônios que promovem a sensação de saciedade e níveis estáveis de açúcar no sangue, o que pode diminuir a quantidade de calorias que consome.

7. Óleo De Coco


É um tipo de gordura saudável, chamadas triglicéridos de cadeia média (TCM), as quais vão direto para o fígado para ser utilizados como fonte de energia.


O óleo de coco tem sido utilizada para aumentar os níveis de corpos cetónicos em pessoas que sofrem de mal de Alzheimer e outras doenças no cérebro e o sistema nervoso (38).


O principal triglyceride que contém o óleo de coco é ácido dodecanoico, que tem uma cadeia de ácidos graxos um pouco mais longa.


Acredita-Se que a combinação de ácidos graxos de cadeia média e o ácido dodecanoico, favorece o constante estado de cetose em seu corpo (39, 40).


Além disso, acredita-se que o óleo de coco ajuda a diminuir de peso e gordura abdominal em pessoas obesas.


Um estudo realizado em homens que consumiram 2 colheres de sopa (30 ml) de óleo de coco ao dia se encontrou (41, 42):



  • Perda média de 2,5 cm (1 polegada) de cintura, sem realizar nenhuma mudança em sua alimentação ou atividade física.

8. Iogurte Grego Natural E Queijo Cottage


O iogurte grego natural e o queijo cottage são opções com sabores neutros, saudáveis e ricos em proteínas (43, 44):



  • 150 gramas (5 onças) de iogurte grego natural:5 gramas de carboidratos.11 gramas de proteínas.

  • 150 gramas (5 onças) de queijo cottage:5 gramas de carboidratos.18 gramas de proteínas.

Tanto o iogurte grego, como o queijo cottage, favorecem a saciedade, diminui a fome, o apetite e o desejo (45, 46).


Ambos podem ser consumidos como sanduíches ou lanches, e podem ser combinados com outros alimentos:



  • Nozes e sementes.

  • Frutas e legumes.

  • Canela e outros temperos.

  • Açúcar, stevia outros adoçantes.

  • Dips, acompanhamentos de sopas ou ensopados.

  • Smoothies e saladas.

9. Azeite de Oliva



Ajuda a melhorar a sua saúde em geral e previne doenças do coração, graças ao seu alto teor em ácidos gordos oléicos, um tipo de gordura estou apaixonado (47, 48).


Nem todos os tipos de azeite de oliva são iguais, você pode encontrá-lo como:



  • De bagaço de oliva, mistura de óleo de bagaço de azeitona e azeite.

  • Azeite de oliva.

  • Azeite virgem.

  • Oliva extra virgem, contém a maior concentração de polifenóis.

Os polifenóis são antioxidantes que protegem a saúde do seu coração, pois diminuem a inflamação celular e favorecem a função de seus artérias (49, 50).


O óleo de oliva é 100% gorduras e é uma maneira ideal para acompanhar saladas e preparar maionese.


Não é aconselhável o aquecimento a altas temperaturas, já que muda a sua composição química e perde suas propriedades.


A melhor maneira de consumir é adicioná-lo diretamente aos alimentos depois de ter sido preparados, ou aqueles que não precisam ser cozidos.


10. Nozes e Sementes


As nozes e sementes são um dos produtos com maior gordura, melhor sabor, mais fibras e menos carboidratos. Seu consumo regular está relacionada a uma redução do risco de (51, 52):



  • Câncer.

  • A depressão.

  • Doenças do coração.

  • Outras doenças crónicas.

Graças ao seu alto teor de fibra, como nozes e sementes ajudam a se sentir mais saciado e consumir menos calorias (53).


Embora de maneira geral, são baixas em carboidratos, a quantidade que contêm varia dependendo de seu tipo.


Em uma onça (28 gramas) de nozes e sementes, você pode encontrar (54, 55, 56, 57, 58, 59, 60, 61, 62, 63, 64):



  • Amêndoas: 3 gramas de hidratos de carbono líquidos (6 gramas de carboidratos totais).

  • Castanha do Brasil: 1 gramas de hidratos de carbono líquidos (3 gramas de carboidratos totais).

  • Castanha da Índia: 8 gramas de hidratos de carbono líquidos (9 gramas de carboidratos totais).

  • Noz de Macadâmia: 2 gramas de hidratos de carbono líquidos (4 gramas de carboidratos totais).

  • Nozes pecanas: 1 grama de hidratos de carbono líquidos (4 gramas de carboidratos totais).

  • Pistaches: 5 gramas de hidratos de carbono líquidos (8 gramas de carboidratos totais).

  • Nozes: 2 gramas de hidratos de carbono líquidos (4 gramas de carboidratos totais).

  • Sementes de chia: 1 gramas de hidratos de carbono líquidos (12 gramas de carboidratos totais).

  • Sementes de linho (linhaça): 0 gramas de hidratos de carbono líquidos (8 gramas de carboidratos totais).

  • Sementes de abóbora: 4 gramas de hidratos de carbono líquidos (5 gramas de carboidratos totais).

  • Sementes de gergelim (sésamo): 3 gramas de hidratos de carbono líquidos (7 gramas de hidratos de carbono).

11. Morangos


A maioria das frutas são altas em carboidratos e, por isso, não podem ser incluídas na dieta cetogénica.


Mas os morangos são a exceção da regra, são baixas em hidratos de carbono e alta em fibra. De fato, as framboesas e as amoras silvestres contêm a mesma quantidade de fibra que de hidratos de carbono líquidos.


Estas pequenas frutas contêm quantidades elevadas de antioxidantes, com efeitos antinflamatorios.


Devido ao seu alto teor de fibra, propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, são um dos melhores protetores naturais (65, 66, 67).


100 gramas (3.5 onças) de morangos contêm (68, 69, 70, 71):



  • Amoras: 5 gramas de hidratos de carbono líquidos (10 gramas de carboidratos totais).

  • Mirtilo: 12 gramas de hidratos de carbono líquidos (14 gramas de carboidratos totais).

  • Framboesas: 6 gramas de hidratos de carbono líquidos (12 gramas de carboidratos totais).

  • Morangos: 6 gramas de hidratos de carbono líquidos (8 gramas de carboidratos totais).

12. Creme de leite e Manteiga


O creme de leite e a manteiga são duas fontes de gorduras saudáveis e, mesmo sendo provenientes do leite, tem muito poucos hidratos de carbono.


Ambas foram culpadas por aumentar o risco de doenças do coração, devido ao seu alto teor de ácidos graxos saturados. No entanto, estudos têm demonstrado que o consumo não está ligado a doenças cardíacas.


Alguns estudos sugerem que o consumo moderado de produtos lácteos, pode diminuir o risco de ataques cardíacos e as embolias (72, 73, 74).


O creme de leite e a manteiga contêm altas quantidades de ácido linoléico, o qual foi associado a uma maior perda de gordura corporal (23).


13. Macarrão Shirataki



Macarrão shirataki são uma excelente forma de não renunciar ao macarrão, sem aumentar a ingestão de hidratos de carbono, devido a que aportam por porção:



  • Menos de 1 grama de hidratos de carbono.

  • 5 calorias.

Isso se deve ao fato de que são feitos à base de uma fibra solúvel chamada glucomanano, a qual absorve até 50 vezes o seu peso em água (75).


Ao incluí-los em sua alimentação estará adicionando fibra solúvel e água, o que irá ajudá-lo a (76, 77, 78):



  • Melhorar a sua digestão.

  • Mantê-lo saciado por mais tempo, diminuir a fome e os desejos.

  • Manter constantes os níveis de açúcar no sangue.

  • Favorecer a perda de peso.

  • Favorecer o controle da diabetes.

Você pode encontrar estes macarrão em diferentes apresentações, como:



  • O Arroz.

  • Fetuccini.

  • Linguine.

  • Cabelo de anjo.

O que lhe permite continuar a preparar os seus pratos e receitas, sem comprometer sua dieta.


14. Azeitonas


As azeitonas trazem os mesmos benefícios do azeite de oliva, com a diferença de ser encontrado em estado sólido. A oleuropeina, o principal polifenol (antioxidante) que se encontra nas azeitonas, tem propriedades anti-inflamatórias que se protegem do dano celular (79).


Estudos científicos sugerem que consumir azeitonas ajuda (80, 81):



  • Prevenção da perda de densidade óssea.

  • Diminuir a pressão arterial alta.

Você pode encontrar azeitonas de diferentes tamanhos, sem que se altere o seu conteúdo de carboidratos e fibras. Metade dos carboidratos vêm da fibra, o que significa que o aporte de hidratos de carbono líquido é muito baixo.


Uma onça (28 gramas) de azeitonas, equivalente a 7 a 10 peças contém (82):



  • 2 gramas de carboidratos totais.1 grama de fibra.1 grama de hidratos de carbono líquidos.

15. Chá e Café sem Adoçantes


O chá e o café são duas bebidas incrivelmente saudáveis e com zero de carboidratos. Ambas contêm cafeína, que ajuda a (83, 84, 85):



  • Acelerar o seu metabolismo.

  • Melhorar o seu desempenho físico e estado de ânimo.

  • Aumentar o seu estado de alerta.

As pessoas que tomam chá e café em grandes quantidades, têm menor risco de desenvolver diabetes (86, 87).


Se você gosta de adicionar creme, pode fazê-lo, evitando o consumo de cremes “light” que são elaboradas com muitos hidratos de carbono.


16. Chocolate Preto e chocolate em Pó


O chocolate preto, amargo ou puro, e o cacau em pó, são uma deliciosa maneira de consumir antioxidantes, pelo que são considerados superalimentos, como o açaí e blueberry (88).


Os flavonóides presentes no chocolate preto demonstraram (89, 90, 91):



  • Diminuir o risco de doenças do coração.

  • Diminuir a pressão arterial alta.

  • Promover uma correcta saúde vascular.

Apesar de parecer um sonho que se tornou realidade, o chocolate faz parte da dieta cetogênica.


É muito importante escolher o tipo de chocolate certo, pelo menos com 70% de cacau (92, 93):



  • Uma onça (28 gramas) de chocolate preto (100% puro) contém:3 gramas de hidratos de carbono líquidos.

  • Uma onça (28 gramas) de chocolate preto, de 70% a 85% de cacau contém:10 gramas de hidratos de carbono líquidos.

Aproveite as Vantagens da Dieta Cetogénica


A dieta cetogênica pode ajudá-lo a perder peso, controlar seus níveis de açúcar e manter a sua saúde, sem deixar de consumir seus alimentos favoritos.


Este tipo de dieta inclui uma grande quantidade de produtos versáteis e deliciosos, que te ajudarão a não consumir muitos carboidratos.


Lembre-se que a chave é a quantidade de carboidratos que consumimos durante o dia.


Se quiser fazer a dieta cetogênica, começa a utilizar os 16 alimentos recomendados: este artigo.


Gostaríamos de receber seus comentários e sugestões.


Compartilhar esta preciosa informação com o seu círculo de amizades.

15 Alimentos Ricos em Proteínas para Vegetarianos

Os animais não são o único lugar onde você pode obter proteínas.


Mas, deve ter em conta que muitos dos alimentos ricos em proteínas que não são de origem animal, têm muitas calorias, como é o caso das nozes e sementes, onde 100 gramas rondam entre as 500 calorias, e acredita em mim 100 gramas de nozes e amêndoas nos pode consumir em questão de minutos.


Aqui você anexo uma lista de alimentos ricos em Proteínas para Vegetarianos:


1.- Espirulina


Spirulina para emagrecer


100 gramas de spirulina contém 58 gramas de proteína e um total de 290 calorias


1 colher (7 gramas) de spirulina contém 4 gramas de proteína e um total de 21 calorias.


Veja também:


2.- Amêndoas


Imagem De Amêndoas


100 gramas de amêndoas contêm 21 gramas de proteína , contém 575 calorias.


Uma xícara ( 143 gramas ) contém 30 gramas de proteína e um total de 922 calorias.


Uma onça (28 gramas) contém 6 gramas de proteína, com um total de 161 calorias.


3.- Pistácios


pistácios


100 gramas de pistache contém 21 gramas de proteína e um total de 571 calorias


Uma xícara (123 gramas) contém 26 gramas de proteína e um total de 702 calorias.


Uma onça ( 29 gramas) contém 6 gramas de proteína e um total de 160 calorias.


4.- Cacahuates


cacahuates


100 gramas de amendoim contém 24 gramas de proteína e um total de 585 calorias.


Uma xícara (146 gramas) contém 35 gramas de proteína e um total de 854 calorias.


Uma onça ( 28 gramas) contém 7 gramas de proteína e um total de 164 calorias.


5.- Pinhões



100 gramas de nozes contêm 14 gramas de proteína e um total de 673 calorias.


Uma xícara (135 gramas) contém 19 gramas de proteína e um total de 909 calorias.


Uma onça ( 28 gramas) contém 4 gramas de proteína e um total de 188 calorias.


6.- Nozes Pecanas



100 gramas de nozes pecanas contém 9 gramas de proteína e um total de 691 calorias.


Uma xícara (99 gramas) contém 9 gramas de proteína e 684 calorias.


Uma onça (28 gramas) contém 2.6 gramas de proteína e 193 calorias.


7.- Sementes de Girassol



100 gramas de sementes de girassol contêm 21 gramas de proteína (584 calorias).


Uma xícara (140 gramas) de sementes de girasaol contém 30 gramas de proteína e 818 calorias.


Uma onça ( 28 gramas) de sementes de girassol contém 6 gramas de proteína e 164 calorias.


8.- Cacau em pó (sem adoçante)



100 gramas de cacau contém 20 gramas de proteína e um total de 584 calorias.


Uma xícara (86 gramas) de cacau em pó contém 17 gramas de proteína e um total de 197 calorias.


Uma colher de chá (5 gramas) de pó d cacau contém 1 grama de proteína e um total de 11 calorias.


9.- Linhaça



100 gramas de linhaça contém 20 gramas de proteínas e um total de 534 calorias.


Uma xícara (168 gramas) de linhaça contém 31 gramas de proteína e um total de 897 calorias.


Uma colher de sopa ( 10 gramas) contém 2 gramas de proteína e um total de 11 calorias.


Veja também:


10.- Sementes de Sésamo



100 gramas de sementes de seasamo contém 18 gramas de proteína e um total de 573 calorias.


Uma xícara (144 gramas) de sementes de gergelim contém 26 gramas de proteína e um total de 825 calorias.


Uma colher de sopa (9 gramas) contém 1.6 gramas de proteína e um total de 52 calorias.


11.- Tempeh (Cócido)



100 gramas de tempeh contém 18 gramas de proteína e um total de 196 calorias


Uma porção (84 gramas) contém 15 gramas de proteína e um total de 165.


Uma onça ( 28 gramas) contém 5 gramas de proteína e um total de 55 calorias.


12.- Lentilhas



100 gramas d elentejas contém 9 gramas de proteína e um total de 196 calorias.


Uma xícara de lentilhas cozidas ( 198 gramas) contém 18 gramas de proteína e um total de 226 calorias.


13.- Proteína em pó (Esta depende da proteína que consumas, eu recomendo o Gold Standart Whey Proteína)



100 gramas de proteína, contém 79 gramas de proteína e um total de 395 calorias.


Uma xícara (145 gramas) de proteína, contém 114.5 gramas de proteína e um total de 572 calorias.


Uma porção (30.4 gramas) de proteína, contém 24 gramas de proteína e um total de 102 calorias.


14.- Quinoa (cozida)



100 gramas de quinoa contém 4.4 gramas de proteína e 120 calorias


Uma xícara cozida (185 gramas) contém 8.1 gramas de proteína e um total de 220 calorias.


Veja também:


15.- Brócolis



100 gramas de brócolis contém 2.8 gramas de proteína e um total de 35 calorias


Uma porção (143 gramas) contém 4 gramas de proteína e um total de 48 calorias.


Uma onça (28 gramas) contém 0.07 gramas de proteína e um total de 10 calorias

21 Alimentos Que Aceleram O Seu Metabolismo

O metabolismo tem um grande papel na sua saúde e no seu peso. Um metabolismo mais rápido e ajuda a digerir e a queimar gordura mais rapidamente, mesmo quando você está dormindo.

Um metabolismo lento pode tornar-se mais difícil perder peso e dar-lhe uma sensação de frustração, pode te fazer pensar que você já está programado geneticamente para ter excesso de peso.

O que é o metabolismo e como funciona?

O metabolismo é um conjunto de processos físicos e químicos que ocorrem a nível celular, e ajudá-lo a obter energia.

Este processo, permite que você organismo absorva e use os nutrientes que você obtém por meio dos alimentos e a torne a energia necessária para que o corpo realize as funções vitais, como a respiração, digestão, etc., de forma adequada.

Cada pessoa pode ter a funcionar de forma diferente o metabolismo, já que isso pode estar determinado a doenças que se sofra, ou ainda pelo tipo de alimentação que está levando, hábitos, etc.

Se você tem o metabolismo mais acelerado queimar mais calorias (como os hipertiroideos) e você vai conseguir estar no seu peso ideal rapidamente. se você tem mais lento confinamentos mais facilmente (como no caso das pessoas com hipotireoidismo).

Aqui são 21 alimentos que ajudam a acelerar o seu metabolismo.

1.- Mirtilo:

acelera-metabolismo2

Em geral, todas as frutas são um alimento que permitem que você está saudáveis, já que são muito nutritivas, além disso, ajudam a acelerar o metabolismo.

Os mirtilos são um fruto excelente para conseguir isso, não hesite em adicioná-los e consumi-los fresco em sua alimentação diária. Já que, além disso, de que você vai se beneficiar com isso, estes frutos contêm muitos antioxidantes.

Consumir mirtilo também ajudar a prevenir várias doenças ou danos causados pelos radicais livres.

Outros os frutos que você pode consumir são os morangos, framboesas, amoras, kiwi, entre outras.

2 – Grapefruit ou toranja:

alimentos-aceleram-metabolismo

Também conhecida como toranja, esta fruta não só é uma das que mais se recomendam em dietas para perder peso ou em regimes, por ser baixa em calorias, mas também porque as frutas cítricas têm um índice glicémico muito baixo.

Além disso, esta fruta fornece antioxidantes, isto, por sua grande quantidade de Vitamina C, principal componente é a água.

A toranja contém um antioxidante conhecido como naringenina, que os pesquisadores da Scripps clinic da Califórnia descobriram, que ajuda a usar a insulina de forma eficiente, o qual, mantém os níveis de açúcar no sangue regulados.

Isso, não só é vital para ter uma boa saúde, mas que também é fundamental para agilizar e permitir que o metabolismo trabalhe de forma adequada. Po que não só ajuda a perder, mas também a mantê-lo.

Por outro lado, lembra que a uva é rica em Vitamina C, o que ajuda a evitar o desequilíbrio de insulina, além de proporcionar outros benefícios como fortalecer o sistema imunológico, evitar a oxidação celular, etc.

3.- Lentilhas:

acelera-metabolismo3

As lentilhas são uma das leguminosas, que além de ser muito nutritivo, são as que trazem um mineral muito importante, como o ferro, que é essencial para várias funções no organismo. E se se trata de acelerar o metabolismo, a presença de vitaminas e minerais nos alimentos é fundamental. Por isso, recomenda-se o consumo de lentilhas.

As lentilhas dão além de ferro, outros minerais como fósforo, potássio, ácido fólico e cálcio. Mas acima de tudo, são ricas em fibra, o que ajuda a manter o sistema digestivo a funcionar de forma adequada. Ajuda-Nos e manter-nos satisfeitos.

Outros dos benefícios de consumir lentilha e sobre tudo que podem ajudar a acelerar e manter o seu metabolismo funcionando bem, é que são ricas em proteínas de origem vegetal, que tem a propriedade de ajudar na construção de massa muscular, e, portanto, o seu metabolismo trabalha mais.

Além de todos esses benefícios, as lentilhas têm muitos benefícios e propriedades, como: evitar o risco de sofrer de doenças cardiovasculares, osteoporose, reduzem o colesterol no sangue, e mantêm os níveis de açúcar estáveis no organismo.

4.- Limão:

acelera-metabolismo4

O limão é outro dos citrinos que não devem faltar na sua lista de alimentos que aceleram o metabolismo, isto, porque traz múltiplos benefícios e propriedades, assim como a toranja é um cítrico rico em antioxidantes.

Além disso, tem a propriedade também ajudar a acelerar o metabolismo, oferecendo ao organismo o ácido ascórbico, o que muito ajuda o corpo a queimar ou perder gordura. E tem propriedades diuréticas, ajudando a desintoxicar e a depurar o corpo, eliminando toxinas e substâncias nocivas.

Há muitas maneiras de adicionar o limão na dieta diária, já seja que você possa combiná-lo com seus vegetais preferidos, também pode usar como enfeite para suas saladas, ou simplesmente preparando uma rica limonada, já pode estarte beneficiando de seus benefícios.

5.- Chá verde:

acelerar-o-metabolismo3

Sem dúvida, além dos alimentos que você pode adicionar à sua dieta diária, você também tem que prestar atenção ao que você bebe, isso é muito importante já que complementam e ajudam não só a acelerar o seu metabolismo, mas também melhora e mantém a sua saúde.

O chá verde é considerado um dos chás mais populares, já que por milhares de anos, tem-se usado com fins medicinais, e estudos têm constatado seus múltiplos benefícios e propriedades tanto para aumentar como para manter a saúde.

No que diz respeito às propriedades do chá verde para acelerar o seu metabolismo estão a termogénese, da oxidação das gorduras, o que permite o seu bom funcionamento. Bebe umas três xícaras por dia, para aproveitar ao máximo seus benefícios.

O chá verde contém catequina e cafeína, substâncias que, juntamente com os fitoquímicos, aumentam a oxidação das gorduras, o que ajuda a acelerar o metabolismo e favorecer a perda de gordura, isso consegue, através da ativação de enzimas.

6.- Chile:

O chile é conhecido mundialmente por seu sabor característico, e embora haja muitas variedades, este alimento é mais do que apenas um simples tempero, à saúde traz muitos benefícios e propriedades.

Os pimentões têm uma substância chamada capsaicina, o que permite acelerar o metabolismo, e se combinado com outros alimentos e seu efeito é melhor, além disso, esse alimento geralmente sempre se consome em pouca quantidade, isto para evitar efeitos negativos no organismo.

O chile é recomendado vir com vinagre e outras ervas, que podem se preparar, seja molhos ou temperos

7.- Feijão:

Assim como foi recomendado o consumo de lentilhas, um super alimento que irá ajudá-lo a acelerar o seu metabolismo são os feijões. Já que pela sua riqueza em nutrientes, como os minerais e a fibra, actuam a nível molecular no organismo.

O que é benéfico para poder funcionar de forma adequada, alguns especialistas em saúde recomendam combinar o feijão com cereais como milho ou arroz, e assim o seu efeito se podem potenciar, fazendo com que se possa consumir uma proteína de melhor qualidade.

Além disso, o feijão é um alimento muito versátil, que pode facilmente ser combinado com outros alimentos, você pode preparar de várias maneiras, desfrutando de inúmeros pratos.

8.- Uva:

A uva é outra super frutas que aceleram o seu metabolismo, graças aos seus ricos componentes, como vitaminas e minerais. Que te ajudarão a sentir-se bem. E ficar bem.

As frutas em geral são ricas em água, antioxidantes, fibras, vitaminas e minerais, a maioria proporciona muito poucas calorias, algumas delas se destacam por se tornarem melhores quanto à aceerar o metabolismo. Por isso, recomenda-se que consumas da uva.

Você pode beberlas em suco ou simplesmente desfrutar como snack, comê-las ajudarão você a se sentir saciado.

As uvas contêm pectina, e outras frutas, como já mencionado, os citrinos, boas opções para permitir que o seu corpo funcione de maneira adequada.

9.- Café:

De acordo com um estudo publicado na revista de nutrição clínica American Journal of Clinical Nutrition, constatou-se que o café é uma das bebidas que aumentam e aceleram o metabolismo. Já que tem uma influência direta na taxa metabólica.

Isto, sem dúvida, é de grande benefício para aqueles que buscam obter um peso adequado e acima de tudo que seja saudável. Neste estudo verificou-se que o metabolismo aumentava apenas três horas depois de ter tomado o café.

A oxidação de gorduras, ocorrendo com mais freqüência em indivíduos com um peso próximo do ideal, de acordo com a sua estatura.

10.- Chocolate:

Outro dos alimentos mais populares que você pode ter, mas o seu consumo é pensado polêmico, devido a que, longe de se associar com a aceleração do metabolismo, está associada com o aumento do peso. No entanto, isto não é exatamente verdade.

É verdade, que há que saber escolher o chocolate, já que atualmente há muitas maneiras em que você pode consumir, seja com outros alimentos ou ingredientes que podem aumentar a sua ingestão calórica, por isso que nesses caso, não teria os mesmos benefícios.

Consumir o chocolate amargo, este tem antioxidantes e nutrientes que fazem bem para o seu corpo, com uma pequena barra de ferramentas, ou lote será suficiente, e o mais importante é que não te privarás desse alimento tão cobiçado.

11.- Chia:

As sementes de chia são muito famosas, pois os especialistas em saúde recomendam consumir como apoio para a perda de peso, isso por recursos particular, que funcionam como um gel no estômago, proporcionando saciedade.

Além disso, as sementes de chia são muito nutritivas, ricas em nutrientes, óleos essenciais, como os ômegas, consumi-las, sem dúvida, é uma decisão inteligente, tanto para acelerar e melhorar o seu metabolismo. Assim como para estar saudável.

Uma ou duas colheres de chá são o suficiente de chia, procura começar o seu dia consumiéndolas, d pode deixar embebendo uma noite anterior para assim poder aproveitar ao máximo suas propriedades.

12.- Gengibre:

acelerar-o-metabolismo5

O gengibre pode facilmente funcionar como mais um apoio para poder acelerar o metabolismo. Seus benefícios e propriedades são conhecidas desde a antiguidade. E destaca-se por ter um sabor muito especial, algo picante para alguns paladares.

O gengibre entre as suas propriedades e benefícios destaca-se a acelerar o metabolismo de forma natural, dá sensação de saciedade, evitando que você esteja comendo mais. Para perder peso é um dos alimentos que mais se recomendam.

Recomenda-Se o máximo consumido como tempero em seus pratos favoritos, assim como também se pode beber chás de ervas. Pode adicionar um pouco de mel ou limão para potenciar os seus efeitos.

13.- Canela:

A canela como o gengibre, destaca-se por ser outro dos ingredientes culinários favoritos, já que o seu sabor é muito particular. Mas, felizmente, você tem mais aplicações que só o culinário. A canela é a são atribuídas propriedades medicinais.

Desfrutar de uma rica infusão de canela não só ajuda a relaxar ou a dormir, ou fortalecer seu sistema imunológico, mas também tem a propriedade de acelerar o seu metabolismo.

A canela tem efeito termogênico que acelera o metabolismo, por isso, recomenda-se a infusão de canela em planos ou regimes de emagrecimento. Acelerando a queima de gordura.

14.- Salmão:

O salmão é um dos alimentos mais saudáveis que você pode consumir, é o rei dos peixes. A sua riqueza em nutrientes, destaca-se por cima de outras variedades, já que é rico em gorduras boas e proteínas.

Esta propriedade de ser tão nutritiva, além de seus componentes, serão de grande benefícios para acelerar o metabolismo, assim como também pode te ajudar a ficar saudável.

O salmão pode consumir até cerca de 400grs por semana, se divertir com sua salada e forro favorita.

15.- Cereais integrais:

O consumo de cereais integrais são sempre recomendado dentro de uma dieta equilibrada, já que são ricos em vitaminas, minerais, fibra, o que ajuda a mantê-lo saudável.

Se os consome com freqüência, também ajudam a acelerar o seu metabolismo. Já que pela sua riqueza em hidratos de carbono complexos, ajudam a manter em equilíbrio o funcionamento da insulina.

Você pode consumir aveia, arroz, linhaça em sua dieta diária, as opções de cereais integrais que podem ingerir são muitas, você pode também consumi-los de muitas maneiras.

16.- Frango:

As carnes são outros os alimentos de que se recomendam consumir para poder acelerar o metabolismo, já que é rica em nutrientes, como vitaminas do complexo B, minerais, e, sobretudo, destacam-se por seu conteúdo de proteínas.

O frango destaca-se dentro de carne branca, como uma boa opção saudável, você pode consumir em muitas maneiras, além disso, lembre-se é um alimento nutritivo. Procura consumir em ensopados, saladas, evita freírlo ou consumí-lo com a pele.

17.- Rabanete:

O rabanete é um dos vegetais que provavelmente quase não se consuma, ou não seja tão popular como outros, no entanto, tem muitos benefícios e propriedades para poder acelerar o metabolismo.

Seu principal componente é a água. E, além disso, é muito baixo em calorias, por isso é recomendado para ser consumida em dietas para perda de peso. Seu sabor é picante. A maneira mais prática de consumir em saladas.

18.- Aipo:

O aipo é outro dos vegetais que não devem faltar na sua alimentação diária, já que tem várias propriedades como diuréticas, o que o torna muito útil em dietas para perder peso.

O aipo é rico em minerais, vitaminas e água. Consuma-o em saladas, não abuses no seu consumo, pois pode ser indigesto para algumas pessoas. O aipo também tem propriedades anti-inflamatórias e ajuda a diminuir a pressão arterial.

Você pode consumir as folhas em infusão ou como vegetais em saladas. Quanto ao seu valor nutritivo, contém muito poucos hidratos de carbono, e é muito baixo em calorias.

19.- Melão:

O melão é uma das frutas que ajudam a acelerar o seu metabolismo. Irá mantê-lo saudável. É muito rico em nutrientes, fruta muito consumida em dietas de emagrecimento. Além disso, é refrescante e rica em sabor.

O melão é rico em Vitamina C, baixo em calorias, além disso, é rico em flavonóides, que ajudam e protegem o organismo dos danos causados pelos radicais livres. Também é rico em Vitamina C.

Consome melão com frequência. Você pode também preparar batidos, e adicionar algum cereal ou fruta seca.

20.- Água:

Além disso, recomenda-se beber café e chá verde para acelerar o metabolismo, também é importante beber água. Seu consumo deve ser diário e o suficiente para poder permitir que o organismo funcione de maneira adequada.

A água não só hidrata o organismo, mas que, além disso, pode ajudar a acelerar o metabolismo. Beber um mínimo de dois litros de água ou oito copos.

A água ajuda a depurar o organismo, eliminando as toxinas e substâncias nocivas. Além disso, o corpo pode manter um bom estado de saúde. Além disso, beber água, promove a perda de gordura.

Um centro de Pesquisa Clínica alemão encontrou após um estudo realizado que, depois de beber um litro de água, seu metabolismo é acelerado, de tal forma que aumenta em 30% a queima de gordura, isso, apenas depois de 10 minutos de tê-la tomado.

21.- Espinafre:

O espinafre destaca-se dentro dos vegetais verdes, como um dos alimentos mais ricos em nutrientes, além disso, tem quase nada de calorias. A sua riqueza em nutrientes, principalmente minerais. Faz com que o espinafre é um alimento muito recomendado se você procura obter um peso adequado.

Você pode consumir o espinafre em diversas formas, seja na preparação de pratos, assim como em saladas ou como ingrediente em batidos.

O espinafre é um super-alimento que não deve faltar na sua alimentação diária. Mas também há outros, como a alface, acelga, alcachofra, entre outros vegetais que são uma boa opção saudável. E que ajudam a acelerar o metabolismo.

Como acelerar o seu metabolismo rapidamente:

De fato, sofrer ou a pré-diabetes é um claro sinal de um distúrbio metabólico ou de que seu metabolismo não está funcionando de maneira adequada. Continua comentando o mesmo autor.

A função do metabolismo é muito clara, dos nutrientes que você obtém por meio da alimentação, a transforma em energia, isso é feito por meio de duas etapas ou fases conhecidas como anabolismo e catabolismo.

Que ambos formam um equilíbrio adequado para permitir que o metabolismo funcione de maneira adequada. Além disso, se ele está bem, te permite manter e perder peso, se é o que você está procurando e, além disso, para evitar o efeito rebote.

Parece mentira ou mito acelerar ou mudar o seu metabolismo por meio de sua alimentação, você pode ser tentado para tomar o caminho mais fácil, aquele que inclui adicionar suplementos alimentares artificiais, produtos estimulantes etc.

Isso pode ter sérios efeitos colaterais em seu organismo, uma vez que, embora proporcionem energia, no momento, depois você pode experimentar muito exaustão. E com o tempo, seu corpo começa guetos descendo de seu desempenho.

Além disso, outros órgãos de seu corpo podem ser afetados ou o seu funcionamento pode ser alterado, por isso não é bom, colocar-se em risco, tendo outras opções mais fáceis e naturais, como uma adequada seleção de alimentos e bons hábitos.

De forma geral, há certos alimentos que são recomendados escolher para poder perder peso, ou como apoio em certas dietas ou regimes alimentares, no entanto, muitos destes que aceleram o metabolismo. Por isso incluía-os em sua dieta diária.

Apenas consumir comida saudável, jejuar, pular tempos de comida, não acelera seu metabolismo. Ao contrário altera seu metabolismo negativamente.

Por outro lado, comer em excesso ou abusar do consumo de alimentos como produtos transformados, farinhas e açúcares refinados, também bloqueia o bom funcionamento do metabolismo.

Se você optar por alimentos que menciono na lista acima que ajudem a acelerar você metabolismo, está em excelente estado de saúde e forma física.

Agora, que você conhece que há certos alimentos que você pode incluir em sua dieta diária, é importante, que também preste atenção em seus hábitos diários, já que isso, será o complemento perfeito para poder acelerar o metabolismo e, portanto, ter um peso adequado e saudável.

Por isso, aqui estão algumas recomendações:

1.- Não jejuares, para evitar que seu metabolismo se torne lento:

O organismo é como uma máquina, por isso, é importante que constantemente obtenha a energia e os nutrientes necessários para que possa funcionar de forma adequada, por isso, não acudas ao jejum pensando que isso ajudará o seu corpo a acelerar o metabolismo, mas, ao contrário, prejudica o seu funcionamento.

2.- Comece as suas manhãs com um pequeno-almoço nutritivo:

Atualmente, o estilo de vida, pode levar-nos a não prestar atenção em tudo o que consumimos e poder cometer vários erros, ou ter maus hábitos de alimentação, por isso, é importante que não começar o dia sem tomar o pequeno-almoço, escolha opções nutritivas, como um omelete de espinafre, iogurte com frutos secos e frutos reojos, aveia, etc.

Como já é conhecido o pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia, já que lhe dá a energia para o organismo deixa de acumular gordura ou tecido adiposo, já que começa a trabalhar com o alimento que recebe.

3.- Jantar leve para aproveitar o seu metabolismo acelerado e queimar gordura enquanto você dorme:

Além disso, de que você deve tomar o pequeno-almoço, é muito importante que cenes leve, pelo menos duas horas antes de ir dormir, já que o seu corpo durante a noite, passa várias horas em jejum e em repouso, e se cenes alimentos ricos em calorias, o corpo vai acumulando gordura.

Há muitas opções de refeições ligeiras ao jantar que pode consumir, apenas use sua criatividade ou escolhe os alimentos já mencionados e sugestões que te ajudarão a acelerar o seu metabolismo.

4.- Toma bebidas que ajudam a queimar gordura:

Como foi mencionado anteriormente, é importante que, além de escolher os alimentos de forma adequada, e sobre todos aqueles que ajudam a acelerar o seu metabolismo e mantê-lo funcionando de forma saudável. Saiba também escolher o que beber.

Já que isso permite o melhor funcionamento do metabolismo. Por isso, beba chá verde, gengibre, camomila, canela, café, etc, mas o mais importante não esqueça hidratarte tomando água de todos os, pelo menos dois litros ou oitos vasos.

5.- Consuma carnes magras:

3é muito importante que dentro de sua dieta inclua carnes magras, frango, peixe, peru, são algumas das opções saudáveis que você pode escolher e que te ajudarão a manter o seu metabolismo funcionando bem.

6.- Não se pular tempos de refeição:

Como já foi sugerido, não deve passar tempo de jejum muito prolongado, sempre é importante que consumas alguma coisa, pelo menos duas horas depois de ter ingerido alimento. E que, além disso, ter o hábito de ter cinco tempos de refeições diárias, incluindo os lanches.

Não reduzcas drasticamente as calorias. Começa, pouco a pouco. Já que o corpo se dá conta de que estamos dando-lhe menos calorias, e começará a aumentar suas reservas de energia acumulando gordura.

7.- Realiza exercício anaeróbico e aeróbico para acelerar o seu metabolismo:

Além disso, comer de forma saudável e adequada, é de vital importância que realizar actividade física, isto não só o ajudará também a acelerar o seu metabolismo, mas que, além disso, irá ajudá-lo a ter uma boa saúde em geral.

Adiciona diferentes intensidades de exercício, como caminhar, correr, nadar, andar de bicicleta, começa leve, e, em seguida, vá acrescentando mais velocidade e tempo, a fim de ir ganhando condição e, assim, poder alcançar ao praticar um esporte, de uma forma completa.

8.- Evite os alimentos processadose:

Os alimentos processados podem chegar a causar dependência, por isso, é muito importante que você está tentando evitar seu consumo, ou melhor, que os elimine, e optes por alternativas mais naturais. Não apenas o seu metabolismo será beneficiado, mas que, além disso, seu corpo estará bem.

As farinhas refinadas e açúcar que consumimos os produtos vêm em quantidades elevadas, as gorduras trans reduzem a capacidade do corpo para queimar gordura, alteram o funcionamento das células, e prejudicam o bom funcionamento do metabolismo.

Além disso, geram resistência à insulina e inflamação. Por isso, pense duas vezes antes de consumir produtos ricos em gorduras trans e açúcares.

Segue um cardápio de dieta para acelerar o seu metabolismo:

Aumenta o consumo de proteínas, seu corpo estará melhor equipado, o organismo demora mais tempo para digerir os alimentos ricos em proteínas que os que são ricos em hidratos de carbono e gorduras.

Isso ajuda o organismo se sentir satisfeito e enquanto isso, o metabolismo continua a trabalhar e a queimar gordura para alcançá-lo. Isso nós podemos saber como aceleração.

Muitas vezes culpado à genética para as características ou como funciona o nosso corpo, no entanto, nós mesmos podemos assumir o controle de como queremos deixar essa situação assim ou modificá-las. E isso será realizado por meio do tipo de alimentação que você escolher.

Conclusão:

Aqui estão os 21 melhores alimentos que aceleram seu metabolismo, começa agora, começa por rever aqueles alimentos que consumimos, bem como rever que tipo de alimentação que você estava levando.

Recomendo QuitoPlan para ajudar você a acelerar seu metabolismo, QuitoPlan funciona como um queima de gordura que vai eliminar as gorduras do seu corpo através das fezes.